mobilitec

ergometrica

Ortopedia Moderna

Lismedica

Mais que Cuidar

Ortopedia Universo Senior
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal

Contacte-nos
sembarreiras

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Contacte-nos

Autor Tópico: REPORTAGEM: Melhor equipa de Futsal do mundo brincou com crianças e deficientes de Bragança  (Lida 61 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline salgado18

REPORTAGEM: Melhor equipa de Futsal do mundo brincou com crianças e deficientes de Bragança


Pela primeira vez, os craques da melhor equipa de Futsal do mundo saíram de Espanha para brincar com cerca de 600 crianças e pessoas com deficiência de Bragança, transformando hoje em realidade um sonho de Natal.

Durante duas horas, o pavilhão Arnaldo Pereira, de Bragança, ganhou a cor azul da equipa espanhola Inter Movistar e testemunhou a alegria dos mais novos que puderam interagir com craques internacionais como o português de Bragança Ricardinho, eleito por cinco vezes o melhor jogador do mundo de Futsal.

Esta foi a primeira vez que o "Tour Megacracks Inter Movistar" - iniciativa que a equipa promove há dez anos permitindo a interação entre jogadores, crianças e outros públicos - saiu de Espanha, como explicou Luís Amado, antigo jogador e responsável pelas relações externas.

Além da partilha e convívio, estes encontros pretendem realçar "os valores do desporto coletivo como o sacrifício, o respeito pelos companheiros e adversários". Pretendem "sobretudo", segundo ainda o responsável espanhol, proporcionar a oportunidade de os públicos estarem mais "próximos dos seus ídolos, dos jogadores profissionais".

"Não foi nada fácil", reunir estes craques em Bragança, como realçou Carlos Santos, presidente da Escola de Futsal de Bragança, entidade promotora desta iniciativa que demorou "quase dois anos a concretizar", juntamente com a Câmara Municipal e associações desportivas e instituições de solidariedade de todo o distrito.

Segundo contou, a ideia "surgiu de uma conversa com alguns amigos que têm ligações à federação".

"Como somos do futsal e como o 'Megacraks' é feito por uma equipa de futsal que neste momento é só a melhor equipa do mundo, e ainda por cima tem lá o nosso Ricardinho, que é o melhor jogador do mundo da modalidade, achamos que para a divulgação [da modalidade], fazia todo o sentido", afirmou.

A cooperação entre o município de Bragança e Espanha, nomeadamente a região vizinha de Zamora, contribuiu também para este que o presidente, Hernâni Dias, considerou "um momento alto no que tem a ver com a atividade desta época natalícia, mas também com a parte desportiva".

Este foi "um momento muito bom para ver como é o desporto e os jogadores" segundo António Fernandes, praticante de desporto adaptado e utente da Académia dos Santos Mártires de Bragança.

Dos craques, gosta mais daquele a que chama "o nosso Ricardinho", por ser de Bragança, que "joga muito bem".

Algumas limitações físicas não impedem António de praticar natação, hóquei e balão/cesto ou andar de bicicleta, pois o desporto "tem muita importância" para ele. "Faz-me sentir mais alegre", enfatizou.

Da importância da prática desportiva e desta iniciativa falou também Sérgio Afonso, técnico de desporto adaptado, com destaque para o "cariz solidário associado à atividade física".

"Enquanto técnicos de instituições ligadas à solidariedade social, apoiamos sempre a prática desportiva e tentamos fomentar a participação dos nossos utentes neste tipo de iniciativas como forma de desenvolvermos a prática do exercício físico, enquanto estilo de vida ativo saudável", apontou.

Entrou os mais novos, houve um que "fintou o Ricardinho", o pequeno Diego Rocha, como garantiu o próprio. E houve quem, como Bruno Silva, não conseguisse brincar o craque de Bragança, mas que achou "fixe igual" jogar com outros "porque são os melhores jogadores do mundo".

Ana Luís "só" praticava ginástica, patinagem, hóquei, piscina. Estreou-se hoje no Futsal e gostou, sobretudo da experiência de estar a jogar com os melhores da modalidade.

Em casa, o internacional Ricardinho sublinhou a importância destes momentos, que dão a oportunidade às crianças e pessoas com deficiência de verem os seus ídolos, jogarem com eles, tirarem fotos, receberem autógrafos.

"E algo mais especial para mim, mais importante. É poder dar um pouco de valor ao tempo destas pessoas que não têm as mesmas capacidades que nós, que têm um apoio social e que, para nós, representam muito o poder dar essa oportunidade a eles, poder dar essa oportunidade a nós de perceber o quanto somos afortunados e privilegiados", sublinhou.

 
Fonte: DN
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo