mobilitec

ergometrica

Ortopedia Moderna

Lismedica

Mais que Cuidar

Ortopedia Universo Senior
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal

Contacte-nos
sembarreiras

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Contacte-nos

Autor Tópico: Golfe Adaptado recebe contribuição de 25 mil euros  (Lida 123 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline SLB2010

Golfe Adaptado recebe contribuição de 25 mil euros

Foi a verba solidária angariada este ano pelo Portugal Masters em Vilamoura
HUGO RIBEIRO/PORTUGAL MASTERS 28 de Setembro de 2017, 17:14

 
A paragolfista holandesa Monique Kalman marcou presença no Portugal Masters © GETTY IMAGES


Pelo segundo ano consecutivo, o Portugal Masters angariou mais de 20 mil euros para o golfe adaptado, variante inclusiva que o Turismo de Portugal e o Turismo do Algarve têm apoiado frequentemente através de alguns dos mais importantes eventos da EGDA, a Associação Europeia de Golfe Adaptado, realizados no Algarve.

E se em 2016 os esforços conjuntos do European Tour e dos espectadores que afluem ao Portugal Masters recolheram mais de 22 mil euros, em 2017 essa verba atingiu quase os 25 mil.


"Este ano conseguimos 24.952,75 euros", informou, com exatidão, Peter Adams, o diretor de Campeonatos do European Tour, que desempenha a mesma função no Portugal Masters desde o seu nascimento, em 2007.

Filipe Silva, administrador do Turismo de Portugal, agradeceu a iniciativa: "Gostaria de felicitar o European Tour por ter escolhido a EDGA como a Instituição Pública de Solidariedade social oficial do Portugal Masters, pelo segundo ano seguido. É relevante e combina na perfeição com tudo o que Portugal tem feito no sentido de melhorar as infraestruturas para deficientes que decidam fazer turismo em Portugal."   

A EDGA (European Disabled Golf Association) é uma organização internacional sem fins lucrativos para golfistas com deficiência.

A EDGA apoia e financia uma série de projetos e associações em Portugal, entre as quais uma associação de invisuais e deficientes visuais; uma associação que fornece treino vocacional a indivíduos com deficiência mental; uma escola para crianças com necessidades especiais, dificuldades sociais e limitações cognitivas; um retiro para crianças com deficiências, acompanhadas dos seus pais, passarem alguns dias fora do ambiente quotidiano, recebendo ainda ajuda de voluntários em várias atividades; um centro de reabilitação para portadores de deficiências mentais ou físicas.

Durante o 11º Portugal Masters, para além de todos os dias os espectadores poderem contribuir para a causa, no Sábado, o penúltimo dia de prova, houve uma clínica matinal com craques do golfe adaptado a explicarem a fãs com deficiências como podem praticar facilmente a modalidade.

Nesse mesmo dia, ao fim da tarde, houve uma competição de exibição, em pares, na qual uma estrela do European Tour jogava com um dos atletas mais conceituados do circuito da EDGA. A modalidade escolhida foi ‘greensomes’, no buraco 18 do Dom Pedro Victoria Golf Course, em Vilamoura.

Portugal foi representado por Filipe Lima e José Pedro Sottomayor.

"É uma causa que gosto muito de defender porque em França trabalhei durante quatro anos com praticantes com deficiência e são pessoas fantásticas. Têm uma força que ninguém pode imaginar. Para o golfe isso é ainda melhor, porque é um desporto em que é preciso ter força mental e eles têm-na", disse o campeão nacional, em declarações à United Photo Press.

 
Fonte: Publico
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo