iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
myservice

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Últimas Mensagens

Páginas: 1 ... 8 9 [10]
91
Noticias / Re: Tudo em relação ao cuidador informal
« Última mensagem por rodrigosapo em 20/05/2019, 16:39 »
Fez ontem um ano que a luta esteve na rua...

Com a dificuldade que se augurava numa comunidade que se encontra cansada, só, tantas vezes desconhecedora do papel que lhe cabe numa sociedade que nos habitou a um silêncio ensurdecedor... Muitos sem dinheiro para a deslocação, outros sem ninguém a quem deixar os seus de quem cuidam todos os dias... Mas, juntos, em corpo e vontade.
Uma força que se tem feito escutar e que não contamos quebrar.
Que não nos julguem parcos na guerra contra a injustiça que perpetuam em nosso nome.
Dignidade social é a nossa bandeira.

Estatuto do Cuidador Informal, já!






Facebook
92
Apresentações & Regras / Re: Bem vindo Andre0001
« Última mensagem por rodrigosapo em 20/05/2019, 16:24 »
Me chamo Andre (Como devem ter percebido), atualmente estou com 30 anos, tenho uma deficiência física degenerativa, mais conhecida como AME, moro no sul de Minas, mais precisamente em Poços de Caldas e no momento estou desempregado à procura de emprego. Sou Bacharel em Direito e espero contribuir no que for preciso para o bom desenvolvimento do fórum.

 Welcome
93
Apresentações & Regras / Re: Bem vindo Helena silva8
« Última mensagem por rodrigosapo em 20/05/2019, 16:23 »
Boa tarde! Desculpem sou nova nisto. Ainda nao sei como prosseguir


 Welcome :*
94
Comunicados da Administração / Re: Promoção Moderador ANDREIA87
« Última mensagem por rodrigosapo em 20/05/2019, 16:22 »
Nem sempre o nº de mensagens é importante, acho que os conhecimentos e assuidade terá que prevalecer.
95
Parlamento aprova alterações ao regime da educação inclusiva e dá mais direitos aos pais

15 mai 2019 22:50
MadreMedia / Lusa

educação inclusiva

A Assembleia da República aprovou hoje alterações ao regime jurídico da educação inclusiva, depois de pedidos de apreciação parlamentar do BE e do PCP, que traz mais direitos para os pais e respostas às necessidades de cada criança.
 Parlamento aprova alterações ao regime da educação inclusiva e dá mais direitos aos pais


JOSÉ CARLOS CARVALHO
As anteriores alterações ao regime jurídico da educação inclusiva são de 2018, mas tanto o Partido Comunista Português (PCP), como o Bloco de Esquerda (BE) levantaram dúvidas e criticaram.

O PCP, por exemplo, refere que, apesar das “muitas expectativas criadas com a publicação do decreto-lei” que substituiria o anterior regime, de 2008, o novo diploma acabou por suscitar “profundas preocupações” ao partido.



O BE, por seu lado, refere que o decreto-lei publicado em julho de 2018 teria efeitos já no ano letivo 2018/2019, “um aperto de prazos” que para o partido “parece ser um convite a que não corra bem”.

Ambos os partidos pediram a apreciação parlamentar e o texto final acabou aprovado hoje com abstenção do PSD e do CDS e o voto a favor dos restantes partidos.

As alterações conseguidas pelos dois partidos trazem, entre outras, mais direitos para os pais e educadores que passam a poder participar na equipa multidisciplinar de apoio à educação inclusiva como elemento variável.


Fonte: Sapo24

96
Políticas da UE combatem discriminação e promovem inclusão dos deficientes

Europa apoia cerca de 70 milhões de pessoas com deficiência.
16 de Maio de 2019 às 14:56


Veja video aqui:  https://www.cmjornal.pt/mais-cm/especiais/eleicoes-europeias/detalhe/politicas-da-ue-combatem-discriminacao-e-promovem-inclusao-dos-deficientes


97
Outros / Castelo Branco: Dia Paralímpico no centro cívico
« Última mensagem por pantanal em 20/05/2019, 15:42 »
Castelo Branco: Dia Paralímpico no centro cívico

Reconquista - 17/05/2019 - 8:54

Doze modalidades paralímpicas em evidência no programa. João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e do Desporto, marca presença.


Basquete em cadeira de rodas é uma das modalidades em demonstração no Dia Paralímpico

Castelo Branco é a cidade eleita para acolher o Dia Paralímpico. Este é um dos grandes momentos do calendário do Comité Paralímpico de Portugal (CPP) e tem como ponto privilegiado do programa o centro cívico da cidade albicastrense.

O nosso jornal já tinha dado conta da atribuição deste momento inclusivo à cidade albicastrense. Vai realizar-se a 16 e 17 de maio e é direcionado a toda a comunidade, com enfoque nas famílias e na comunidade escolar. Como explicou o presidente do CPP, na apresentação do evento: “Vão estar representadas doze modalidades e apenas uma, o andebol em cadeira de rodas, não faz parte dos Jogos Paralímpicos. As pessoas vão ter oportunidade de perceber como se praticam, experienciarem e passar a mensagem. Se conseguirmos trazer para a prática desportiva uma pessoa que seja com deficiência já terá valido a pena”. José Manuel Lourenço fala num formato inclusivo e na eliminação do estigma de que uma pessoa deficiente é uma pessoa doente. “Nada disso! Chegam ao mesmo patamar de forma diferente. E têm competências especificamente desenvolvidas. Urge desmistificar essa ideia errada de que as pessoas com deficiência estão impossibilitadas de fazer desporto”.

Vão estar presentes alguns atletas paralímpicos em Castelo Branco, como Mário Trindade (atletismo em cadeira de rodas), Carla Oliveira (boccia) ou o covilhanense Pedro Herdeiro, praticante de snowboard “recentemente chegado ao universo paralímpico”.

Andebol em cadeira de rodas, atletismo, badminton, basquetebol em cadeira de rodas, boccia, ciclismo, curling, judo, ténis de mesa, ténis em cadeira de rodas, tiro com arco e tiro são as modalidades que integram o Dia Paralímpico, que em 2018 decorreu no Funchal.

Castelo Branco acolhe este evento de forma entusiástica. Isso mesmo foi manifestado pelo vice-presidente da autarquia no início da semana, durante a apresentação do Dia Paralímpico. “É o culminar de um processo iniciado há um ano. Castelo Branco tem resultados de nível internacional no desporto adaptado. Ainda no 25 de abril homenageámos os nossos atletas que foram medalhados nos Jogos Special Olympics”, frisou José Alves. O facto de se tratar de formato inclusivo, “para a comunidade em geral” despertou ainda mais o interesse da câmara em ter na cidade o Dia Paralímpico. “Para que todos fiquem mais identificados com os desportos e para terem a dimensão exata das exigências”, rematou.


Fonte: http://www.reconquista.pt/articles/castelo-branco-dia-paralimpico-no-centro-civico

 
98
“Deficientes das Forças Armadas – A Geração da Rutura” na Biblioteca de Lagoa



No próximo dia 24 de maio de 2019, sexta-feira, às 18h30 , será apresentado na Biblioteca Municipal de Lagoa, pelo Professor Vilhena Mesquita, da Universidade do Algarve, o livro "Deficientes das Forças Armadas – A Geração da Rutura".

«Este livro é um exercício da memória coletiva, para que essa memória não se perca; e é o resultado de um trabalho coletivo, para que essa memória seja fie», como é descrito na sua introdução. «A obra nasceu, cresceu e concluiu-se dentro do genuíno espírito associativo que levou à criação e afirmação da Associação dos Deficientes das Forças Armadas (ADFA) e que fez dela um exemplo de abrangência, solidez e perenidade na sociedade democrática do 25 de Abril», adianta-se nas primeiras palavras.

Constitui também, nas palavras do filósofo Eduardo Lourenço, autor do Prefácio, «uma memorização do que não podia ser esquecido sem injustiça e grave pecado, ética e humanamente insuportáveis, para aqueles que o sofreram por cumprirem o que o que desde sempre foi exigido em nome de valores ou ideais dignos, na óptica do tempo em que combateram, de consideração e respeito».

Segundo a Associação de Deficientes das Forças Armadas »a importância sociológica que este registo para a história comporta e o contributo que os acontecimentos aí descritos tiveram na transformação para uma sociedade mais justa e inclusiva justificam» o evento e a sua relevância.

Fonte: regiao-sul.pt Link: https://regiao-sul.pt/2019/05/20/sociedade/deficientes-das-forcas-armadas-a-geracao-da-rutura-na-biblioteca-de-lagoa/467295
99
Afectividades / "Pensam que não transo"
« Última mensagem por Sininho em 20/05/2019, 10:57 »
"Pensam que não transo":

pessoas com deficiência falam sobre a vida sexual Beatriz Bebiano, tradutora, é paraplégica


Imagem: Arquivo pessoal Paulo Gratão

Colaboração para Universa 18/05/2019 04h00

A sexualidade das pessoas com deficiência é um tabu, tanto que precisou ser prevista em lei, mais precisamente no Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146/15), também conhecido como Lei Brasileira da Inclusão. Um dos artigos diz que é atribuição do Estado, sociedade e família assegurar esse direito. "As pessoas acham que eu não faço sexo", diz o psicólogo Neto Montebelo, 37, que é tetraplégico. Ele e outros PCDs enfrentam dificuldade em se relacionar, pois são vistos como fi...




- Veja mais em https://universa.uol.com.br/noticias/redacao/2019/05/18/pessoas-com-deficiencia-falam-sobre-preconceito-sexual.htm?cmpid=copiaecola
100
Câmara de Leiria abre concurso de 2,3 ME para construção de pavilhão inclusivo

Leiria, 17 mai 2019 (Lusa) -- A Câmara de Leiria lançou o concurso público para a construção do pavilhão inclusivo, na freguesia de Cortes, no valor de 2,3 milhões de euros, lê-se na deliberação aprovada na última reunião de executivo.


Lusa
17 Maio 2019 — 19:38

O vereador do Desporto, Carlos Palheira (PS), disse à Lusa que a construção do pavilhão inclusivo será uma oportunidade para Leiria se afirmar a nível regional e nacional no desporto para deficientes.

"Na senda de várias organizações realizadas em desporto adaptado, por exemplo, o Campeonato da Europa em Cadeira de Rodas na modalidade de andebol, agora estaremos com muito melhores condições para acolher eventos de dimensão nacional e internacional", afirmou, garantindo que "o pavilhão irá cumprir com todos os requisitos para competições oficiais".

No pavilhão será possível jogar todas as modalidades de uma infraestrutura normal, havendo ainda condições para a prática de boccia, golball, andebol e basquetebol em cadeira de rodas.



Segundo Carlos Palheira, o Pavilhão Inclusivo das Cortes terá "bancadas para 300 lugares, sendo estas retráteis e preparadas para pessoas com mobilidade reduzida" e disponibilizará "quatro balneários, sendo que dois deles estão totalmente preparados para desporto inclusivo com oito duches para pessoas com mobilidade reduzida".

"Os outros dois balneários cumprem com todos os critérios da mobilidade condicionada, mas não são na sua totalidade das cabines de duche. Terá nos seus equipamentos balizas para golball, balizas preparadas para andebol em cadeiras de rodas e terá instalado o sistema de colouradd para pessoas com daltonismo", revelou ainda o vereador.

A construção do "primeiro pavilhão desportivo inclusivo do país" foi anunciada pelo presidente da Câmara de Leiria, Raul Castro, na sessão comemorativa do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.

"Entre os desafios que queremos concretizar, destaco a construção, nas Cortes, do primeiro pavilhão desportivo inclusivo do país", sublinhou na altura Raul Castro (PS), citado numa nota de imprensa.

Segundo o autarca, "no município de Leiria tem ocorrido, nos últimos anos, uma consciencialização crescente para as questões da inclusão, uma preocupação que não se fica pelo discurso, mas materializa-se em atos".

O autarca manifestou ainda o desejo de continuar a aprofundar este trabalho, no sentido de tornar o concelho mais inclusivo e promotor da igualdade de oportunidades para todos.

"O trabalho na área da inclusão convoca-nos a um esforço continuado, aos mais diversos níveis, seja na saúde, educação, proteção, apoio social, emprego ou mesmo do urbanismo, no sentido de democratizar o acesso ao espaço público, com eliminação de barreiras e obstáculos", acrescentou Raul Castro.

Nessa data, a secretária de Estado para a Inclusão das Pessoas para a Deficiência, Ana Sofia Antunes, destacou o trabalho do município, considerando que em vários aspetos Leiria é capital nacional da inclusão, refere ainda o comunicado.


Fonte: https://www.dn.pt/lusa/interior/camara-de-leiria-abre-concurso-de-23-me-para-construcao-de-pavilhao-inclusivo-10911710.html
Páginas: 1 ... 8 9 [10]


Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo