iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Ortopedia Real

TotalMobility
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Drive Mobility

Últimas Mensagens

Páginas: [1] 2 3 ... 10
1


O sujeito, um tanto quanto cético,
foi a um médico que diziam fazer curas milagrosas através da auto-sugestão.
Depois de alguns minutos de espera ele entrou no consultório, sentou-se e o médico lhe disse:

- Agora, o senhor relaxe e diga: "Estou curado", "Estou curado" ... Repita isso vinte vezes.
O sujeito obedeceu, e o médico arrematou:
- Prontinho. Pode ir para casa que o senhor está ótimo! São 200 Reais!
Inconformado com a atitude do médico, o paciente disse:
- Doutor, repita vinte vezes: já recebi, já recebi..
2
Anedotas / O Sogro e o futuro genro
« Última mensagem por casconha em 14/05/2021, 20:20 »


Diz o Sogro para o futuro genro:
Então pretende casar com a minha filha, não é ?
Sim senhor
E quanto dinheiro dispõe para o casamento e para o início da vida de casado?
Vinte mil euros
Pois bem, se a esses somarmos os vinte mil da minha filha, não está nada mal!
Desculpe senhor. Mas esses já estão incluídos.
3
Anedotas / Mulher vai ficar histórica de novo!
« Última mensagem por casconha em 14/05/2021, 20:16 »



No café dois amigos a conversa e diz um em tom apressado
A conversa está boa, mas tenho que me ir embora!
Se eu chegar tarde a casa a minha mulher vai ficar histórica de novo!
Histerica, queres tu dizer?
Não, histórica mesmo.
Ela vai ficar duas horas a lembrar se de todas as promessas que eu fazia quando estavamos noivos!
4


Depois do filho repetir de ano pela segunda vez, o pai dá uma bronca
Que vergonha!
Repetir de ano duas vezes!
 Pois é, pai - respondeu o garoto
O professor tem tanta raiva de mim que me fez as mesmas perguntas do ano passado!!!
5
Europeus de natação adaptada no Funchal vão definir seleção lusa para Tóquio2020

Os oito nadadores portugueses que vão participar na competição, que decorrerá entre 16 e 22 de maio, têm mínimos para os Jogos Paralímpicos, nos quais Portugal tem uma quota de participação.


A seleção para Tóquio será feita através da posição no ranking

Portugal parte para os campeonatos europeus de natação adaptada, que decorrerão na Madeira, com o objetivo de conquistar medalhas, mas a competição vai também definir os cinco atletas lusos que irão participar nos Jogos Paralímpicos Tóquio2020.

Os oito nadadores portugueses que vão participar na competição, que decorrerá entre 16 e 22 de maio, têm mínimos para os Jogos Paralímpicos, nos quais Portugal tem uma quota de participação de quatro atletas masculinos e um feminino.

A seleção para Tóquio será feita através da posição no 'ranking', o que confere aos europeus do Funchal "uma certa tensão interna, vivida num ambiente salutar", referiu Daniel Viegas, Diretor Técnico da Natação Adaptada (DTN), à agência Lusa.


"Queremos atingir medalhas, tal como aconteceu nas duas últimas edições, mas a competição será também uma oportunidade de cada nadador se superar para tentar a melhor posição no 'ranking'", disse.

O DTN garante que, apesar de existir uma espécie de "luta individual", o ambiente na seleção portuguesa aos europeus, na qual "todos procuram a superação", é "muito positivo".

"As quotas impostas pelo Comité Paralímpico Internacional para os Jogos Tóquio2020 obrigam-nos a fazer escolhas, achámos que a mais justa seria através do 'ranking'", afirma Daniel Viegas, destacando o facto de todos os nadadores estarem "empenhados na competição".

A treinar normalmente desde setembro passado, depois de uma paragem imposta pela pandemia de Covid-19, os nadadores portugueses e a maioria dos estrangeiros que vão marcar presença no Funchal, participam pela primeira vez numa grande competição internacional desde março de 2020.

"Os nadadores portugueses têm treinado regularmente desde setembro, mas têm falta de competição, apesar de terem participado em algumas provas nacionais de natação regular", explica o DTN,

A ausência de público no Complexo de Piscinas Olímpicas do Funchal poderá, segundo Daniel Viegas, ter efeitos diferentes na prestação de cada um dos nadadores.

"Temos nadadores que se agigantam com a presença de público, e outros que cedem à pressão de perceberem que as bancadas estão cheias. Por isso, o facto de a competição ser à porta fechada, terá impactos diferentes em cada um", explica.


No Funchal, onde deverão marcar presença 380 atletas, de 47 países, Portugal estará representando por Susana Veiga, vice-campeã mundial e europeia, David Garchat, que conquistou duas medalhas nos europeus de 2016, Daniel Videira, Diogo Cancela, Gino Caetano, Ivo Rocha, Marco Meneses e Renata Pinto.



Fonte; https://www.tsf.pt/desporto/europeus-de-natacao-adaptada-no-funchal-vao-definir-selecao-lusa-para-toquio2020-13720105.html
6
Conferência “O Regime Jurídico do Maior Acompanhado” em Murça

13 maio 2021



O Município de Murça, a Associação A2000, através do programa Contratos Locais de Desenvolvimento Social – CLDS, projeto Milhões de Esperanças que atua na área do desenvolvimento social, e, a Instituição Privada de Solidariedade Social ADN - Associação Diferenças Nulas, participaram na conferência “O Regime Jurídico do Maior Acompanhado”, na última quinta-feira, 6 de Maio, no auditório do Centro de Cultura de Murça.

Esta conferência teve como oradoras a Vereadora da Câmara Municipal, Vilma Pereira, a advogada Maria João Vilaverde e a notária Sónia Moutinho, e centrou-se no esclarecimento de dúvidas relativos à lei do Regime do Maior Acompanhado. Esta Lei permite a qualquer pessoa que, por razões de saúde, deficiência ou pelo seu comportamento se encontre impossibilitada de exercer pessoal, plena e conscientemente os seus direitos ou de cumprir os seus deveres, possa requerer junto do Tribunal as necessárias medidas de acompanhamento. Este regime possibilita ainda, a essas pessoas, que possam escolher por quem querem ser acompanhados (pessoa ou pessoas incumbidas de ajudar ou representar na tomada de decisões de natureza pessoal ou patrimonial).

Esta iniciativa destinou-se particularmente a técnicos da área social que se puderam munir, a partir das comunicações das oradoras, de ferramentas e práticas para estar à altura dos desafios que se lhes colocam diariamente na sua atividade profissional.



Fonte: https://www.cm-murca.pt/viver/comunicacao/noticias/noticia/conferencia-o-regime-juridico-do-maior-acompanhado-em-murca?fbclid=IwAR27Wre72FJlOHJaW46N5Ynw3z2QO3KgUtZ3D4SlBJQf7lTqoyGv9lsXNq8
7
Canoagem adaptada / Norberto Mourão de prata na Taça do Mundo de Paracanoagem
« Última mensagem por SLB2010 em 14/05/2021, 18:48 »
Norberto Mourão de prata na Taça do Mundo de Paracanoagem
14 Maio 2021



Norberto Mourão conquistou no dia de hoje, 14 de maio, a medalha de prata nos 200 metros VL2 da Taça do Mundo de Paracanoagem que está a decorrer em Szeged, na Hungria. O paracanoísta português terminou o percurso em 56.26 segundos e apenas foi batido pelo brasileiro Fernando Rufino de Paulo (54.28 segundos). O dia de amanhã, 15 de maio, será marcado pela presença de Alex Santos e Floriano Jesus na Final A dos 200 metros KL1 às 09:05 horas (PT), seguido pela disputa de Hugo Costa na Final B dos 200 metros KL2 às 15:20 (PT). 




Facebook
8
Covid-19. Vacinação de deficientes tem sido errática, alertam mães que promoveram carta aberta

https://sicnoticias.pt/especiais/vacinar-portugal/2021-05-14-Covid-19.-Vacinacao-de-deficientes-tem-sido-erratica-alertam-maes-que-promoveram-carta-aberta-7fe46deb
 14.05.2021 às 9h36   

Lusa


Consideram incompreensível que utentes dos Centros de Atividades Ocupacionais não tenham sido vacinados logo na 1.ª fase.


As mães de adultos com deficiência que promoveram uma carta aberta pela vacinação prioritária destas pessoas contra a covid-19 alertam que o processo está atrasado e que a estratégia tem sido errática e incongruente na definição de critérios para esta população.

Em comunicado, as três mães de adultos que em março promoveram a carta aberta que foi assinada por políticos como Pedro Santana Lopes (antigo primeiro-ministro) e os presidentes da câmara do Porto e de Loures, dizem que as instituições estão preocupadas e consideram incompreensível que utentes dos Centros de Atividades Ocupacionais (CAO) não tenham sido vacinados logo na 1.ª fase, ao mesmo tempo que os utentes dos lares residenciais.

"Apesar de terem sido contactados pela segurança social, num grande número de Centros de Atividades Ocupacionais de diversos concelhos ainda não foi iniciada a vacinação dos seus utentes, como por exemplo Elvas, Alcobaça, Castanheira de Pera, Nazaré, Manteigas, Castelo Branco, Ponte de Sor e Grândola", escrevem as mães, em comunicado.

Nesta nota, alertam as entidades competentes para a necessidade de se proceder o mais rapidamente possível à vacinação deste grupo de pessoas e lembram que, dos que não frequentam os CAO e estão em casa ao cuidado dos pais, "só foram vacinadas as pessoas com trissomia 21"

"Há mais pessoas com deficiência que pela sua patologia correm sérios riscos de contrair a Covid-19 e que por isso não podem ser esquecidas", sublinham.

Dizem ainda que, tal como prometeram na Carta Aberta, vão "continuar a lutar pela priorização das pessoas com deficiência, independentemente da sua circunstância".

A carta aberta ao Governo e às autoridades de saúde que foi divulgada em março, promovida por três mães de adultos com deficiência e assinada por mais de uma centena de personalidades, pedia que as pessoas com deficiência fossem incluídas nos grupos prioritários de vacinação contra a covid-19, alegando que estão mais vulneráveis a riscos.

"A priorização das pessoas com deficiência na vacinação contra a covid-19, mais do que uma obrigação do Estado, é um sinal de humanidade e civilização", refere a carta.

No documento, defende-se que "a violação do princípio de proteção dos mais vulneráveis é um sinal flagrante da falência do Estado de Direito e uma negação dos valores que estiveram na fundação do Portugal democrático".

A carta cita estudos científicos recentes para justificar a reivindicação, nos quais se aponta que "as pessoas com deficiência não só têm maior risco de ser infetadas como de morrerem devido à infeção".

São referidos os riscos acrescidos para pessoas com deficiência intelectual, portadores de trissomia 21, doentes com perturbações do espetro do autismo, com paralisia cerebral ou doenças neuro-motoras, entre outros, que em consequência da deficiência têm uma menor capacidade de resposta imunitária ao vírus ou outras comorbilidades associadas que dificultam o combate à doença.[/size]


Fonte: SICN
9
Notícias de saúde / Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Última mensagem por migel em 14/05/2021, 14:46 »
10
Notícias de saúde / Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Última mensagem por migel em 14/05/2021, 14:42 »
Páginas: [1] 2 3 ... 10


Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo