iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
myservice

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Últimas Mensagens

Páginas: [1] 2 3 ... 10
1
Nuno Vitorino: "Incluir não é estar junto, incluir é ter acesso à informação"
21 ago 2019 07:55

 Nuno Freitas: É preciso uma nova política de desenvolvimento do Interior

Nuno Freitas: É preciso uma nova política de desenvolvimento do Interior
 Rui Martins: "A minha ideia é simples: acabar com a corrupção e o compadrio. Tudo o resto vem por acréscimo"
Atualidade · 22 ago 2019 12:09

Rui Martins: "A minha ideia é simples: acabar com a corrupção e o compadrio. Tudo o resto vem por acréscimo"
 Nuno Vitorino:

 
O Plenário é uma iniciativa pensada para alargar o debate nas legislativas de 6 de outubro a quem tenha ideias para apresentar para uma melhor governação do país. Há muito para discutir antes da ida as urnas e é por isso que queremos começar já a pensar o país que vamos ter (e ser) nos próximos quatro anos — e contamos com o seu contributo. Assim, lançámos o desafio, em forma de pergunta: Se fosse primeiro-ministro ou primeira-ministra nos próximos quatro anos, qual era o problema que resolvia primeiro? Ou, perguntando de outra forma: qual seria a sua prioridade para o país?

Nuno Vitorino, presidente da Associação de Surf Adaptado, aceitou o desafio do SAPO24 e juntou-se ao Plenário. Se fosse primeiro-ministro nos próximos quatro anos tinha duas prioridades: criar uma bolsa de crédito para jovens voluntários e garantir que todas as pessoas têm acesso á informação, com especial atenção aos cidadãos surdos.

"Se eu fosse primeiro-ministro havia duas medidas essenciais para mim. A primeira era criar uma bolsa de voluntariado junto dos jovens: os jovens trabalhariam para associações de solidariedade social pré-identificadas e depois esse trabalho reverteria, no ano a seguir ou logo a seguir para valências do Estado. Ou seja, um jovem poderia trabalhar um ano para uma associação e no outro ano ir para uma Pousada da Juventude. A segunda medida, é para a população surda: acho inadmissível nos dias de hoje as comunicações do governo não terem um interprete de linguagestual portuguesa a traduzir tudo para a população surda. Incluir não é estar junto, incluir é ter acesso à informação"

Queremos também o seu contributo para pensar o país. As legislativas acontecem a 6 de outubro, mas a discussão sobre o país que queremos ter (e ser) nos próximos quatro anos começa muito antes da ida às urnas. É esse o debate que o SAPO 24 quer trazer — e contamos consigo.

Saiba como participar aqui. Veja os contributos dos nossos convidados e leitores em 24.sapo.pt/plenario e, claro, junte-se ao debate.

 

Sapo24
2
Primeira escola de Portugal: trinta anos de conquistas e de formação no surf
Esta quarta-feira, o "Na minha praia" vai surfar.


© Site Surf Clube de Viana
PorTSF
21 Agosto, 2019 • 14:13

Em 2019, o Surf Clube de Viana comemora 30 anos. Foi a primeira escola de surf em Portugal. O currículo é vasto e nele estão inscritas as organizações de campeonatos do mundo, europeus, nacionais e regionais. Mas uma das suas ondas mais fortes é a formação e a divulgação da modalidade, por exemplo através do desporto escolar.

O Surf Clube de Viana está há seis anos no Centro de Alto Rendimento do Surf na Praia do Cabedelo. É por lá que realizam programas de inclusão social ou de surf adaptado, exposições ou cursos de formação.

Tentamos surfar estes 30 anos de história e conhecer as vantagens de ter um centro de alto rendimento do surf com o presidente do Surf Clube de Viana, João Zamith.


Condições que são possíveis há seis anos em Viana do Castelo, desde a criação do Centro de Alto Rendimento do Surf, onde está instalado o Surf Clube de Viana que hoje conhecemos.

Viana que esteve em festa nas últimas semanas. Ontem foi o dia da Senhora da Agonia, o ponto alto das festas de verão.

Amanhã vamos remar com o Viana Remadores do Lima e perceber como o remo pode ser para todas as idades, os constrangimentos da modalidade em Portugal, e os palmarés que têm sido obtidos pelos atletas deste clube da cidade do coração.


Direitos TSF
3
Tratamento de Equoterapia proporciona mais qualidade de vida para pessoas com deficiência


Por Max Oliveira - em 25 ago 19  20


O momento de saber um diagnóstico de deficiência, seja física ou mental, é difícil para qualquer família. Lidar com as condições da criança e aprender uma série de novas informações sobre tratamento inclui uma vida inteira de dedicação. Na Capital, essas famílias não estão sozinhas e tampouco as pessoas com deficiência são invisíveis – pois a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), conta com uma rede de atendimento para prestar serviços de assistência, terapia e inclusão.

Entre esses serviços está a equoterapia, um tipo de terapia praticada com cavalos, que serve para estimular o desenvolvimento da mente e do corpo. Crianças e adolescentes com autismo, microcefalia, paralisia cerebral e deficiências físicas, atendidas no Centro de Referência Municipal e Inclusão da Pessoa com Deficiência (CRMIPD), estão conseguindo resultados muito positivos com esse tipo de tratamento, que é pioneiro na Capital, colocado em prática há um ano e meio pela PMJP.

As sessões acontecem na Associação Paraibana de Equoterapia, no bairro Portal do Sol, onde os pacientes contam com o acompanhamento de instrutores de equitação, fonoaudiólogos e terapeutas. O método consiste primeiramente na aproximação com o animal, em seguida são colocados em prática os programas de hipnoterapia, reeducação e pré-esportivo, combinando a montada com movimentos que estimulam a coordenação motora. Os animais são dóceis e recebem treinamento específico para esse tipo de atividade.



Resultados positivos – A dona de casa Camila Bianca, que é mãe do pequeno Edclaysson Tiago, de 6 anos, portador de microcefalia, comemora os resultados positivos do seu filho em oito meses de terapia com os cavalos. “Os estímulos, a postura, o equilíbrio e a interação social, acho que são as principais conquistas até agora”, explica. “A evolução dele é uma vitória pra mim, uma alegria enorme. Ele melhorou em tudo. Só quem recebe um atendimento como esse para o filho sabe o quanto é especial, o quanto que proporciona em qualidade de vida – para ele e para mim”, completa.

Atualmente, são 60 pacientes participando das sessões, que acontecem uma vez por semana, com duração de 30 minutos. “O prefeito Luciano Cartaxo foi muito sensível a essa causa. Além dessa terapia, que eu acredito que seja inédita entre as capitais do Nordeste, desta forma, custeada pela Prefeitura, temos também o centro específico para cuidar da microcefalia, o Centro de Reabilitação, que em 2013 atendia 60 pessoas e, hoje, são 600”, disse o secretário municipal da Saúde, Adalberto Fulgêncio.

Acesso ao serviço – Para ter acesso às sessões de Equoterapia, o usuário precisa estar cadastrado e estar sendo atendido pelo Centro de Referência Municipal e Inclusão da Pessoa com Deficiência (CRMIPD), no bairro Pedro Gondim, onde uma equipe multidisciplinar – neuropediatra, fisioterapeuta e fonoaudiólogo – faz uma avaliação do usuário, para indicar ou não o tratamento com os cavalos. Na Associação Paraibana de Equoterapia acontece uma nova avaliação, desta vez já no contato do paciente com o animal, para observar o comportamento da pessoa com o animal.

“Porque pode acontecer de algum deles se assustar, ficar agitado. Ou seja, mesmo com a indicação, o usuário pode não se adaptar ao tratamento”, explica Andressa Cavalcante de Araújo, que além de terapeuta é gerente da Atenção Especializada da Saúde. Ela ainda fala da importância da Equoterapia e diz disse que o convênio contratado pela Prefeitura de João Pessoa garante o tratamento por mais quatro anos.

“É uma terapia que não está no SUS, não existe repasse para custear o tratamento, a Prefeitura banca tudo. São cinco anos de convênio com possibilidade de extensão. Estamos funcionando há um ano e dois meses. Uma única sessão custa R$ 90, cada usuário realiza quatro por mês. Como são 60 pessoas, o custo total é de R$ 21 mil mensais. Mas é um investimento que compensa, porque a Equoterapia está melhorando muito a vida dos pacientes, na coordenação motora, concentração, equilíbrio e interação social”, afirma.

Assistência –De acordo com a Lei Nº 13.146/15,  é considerada pessoa com deficiência aquela que tem impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas. Garantir a integralização dessas pessoas na sociedade de maneira igualitária e sem preconceitos está entre as políticas da PMJP, que desenvolve ações na educação, saúde e assistência social.

Centro de Referência Municipal de Inclusão à Pessoa com Deficiência (CRMIPD)– Fica localizado na Rua Coronel Otto Feio da Silveira, no Pedro Gondim. O equipamento contava com apenas 60 vagas em 2013, passou a atender cerca de 500 pessoas durante a atual gestão. Recentemente um novo anexo foi inaugurado para ampliar o número de vagas para 600 pessoas.

[/img]

Centro de Microcefalia – É um serviço especializado no atendimento de crianças de 0 a 6 anos afetadas pela microcefalia ou deficiência associada ao ZikaVírus e suas famílias. O serviço é realizado na Avenida Júlia Freire, em Tambauzinho.

Centro de Reabilitação e Cuidados da Pessoa com Deficiência (CRCPD) -Funciona dentro da Policlínica Municipal de Jaguaribe, antigo Centro de Atenção Integral a Saúde (Cais) de Jaguaribe, localizada na Rua Alberto de Brito, n°413, Jaguaribe.O usuário tem acesso ao Setor de Órtese e Prótese do município de João Pessoa; Farmácia para dispensação de insumos para pessoas portadoras de deficiência e ostomizados: medicamentos e materiais médicos hospitalares.

O Centro-Dia – Unidade do SUS que oferta serviço às pessoas com deficiência, que devido à situação de dependência de terceiros, necessitam de apoio para a realização de cuidados básicos da vida diária, como os autocuidados, arrumar-se, vestir-se, comer, fazer higiene pessoal, locomover-se e outras e, também de apoio para o desenvolvimento pessoal e social.


Fonte: http://www.joaopessoa.pb.gov.br/tratamento-de-equoterapia-proporciona-mais-qualidade-de-vida-para-pessoas-com-deficiencia/
4
Vela / Portimão vai ser a capital da Vela Adaptada em Setembro e Outubro
« Última mensagem por migel em 25/08/2019, 19:18 »
Portimão vai ser a capital da Vela Adaptada em Setembro e Outubro

A Vela Solidária, o Iate Clube da Marina de Portimão e a Teia D’Impulsos querem pretendem fazer deste evento desportivo um marco no desporto adaptado em Portimão

 

Dois campeonatos, um nacional e outro europeu, e dois estágios nacionais e internacionais de vela adaptada, a decorrer em Setembro e Outubro, vão tornar Portimão a capital desta modalidade, num projeto da Teia D’Impulsos, em parceria com o Iate Clube da Marina de Portimão.

De modo a «afirmar a excelentes condições existentes para a prática da vela», a Vela Solidária, projeto da Teia D’Impulsos, em parceria com o Iate Clube da Marina de Portimão, irá organizar os Campeonatos Nacional e Europeu de Vela Adaptada, a decorrer de 27 a 29 de Setembro, e de 5 a 12 de Outubro, respetivamente.

O velejador Luís Brito, coordenador do projeto Vela Solidária, da Teia d’Impulsos, sublinha que «este é o maior desafio alguma vez assumido em terras lusas, no que respeita à vela adaptada».

A organização destes eventos, acrescenta Luís Brito, «resulta do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido desde 2012, com a constituição da escola de vela adaptada, a participação em todas as provas de âmbito nacional (três em cada ano) e em campeonatos da Europa e do Mundo (oito no total), a organização de dois campeonatos nacionais (2015 e 2017), para além do programa de competências pessoais, que já integra anualmente cerca de 300 pessoas com deficiência».

Estes eventos, acrescenta, «diferenciam-se no seio de Portimão Cidade Europeia do Desporto, uma vez que se trata de um desporto náutico praticado por pessoas com deficiência».

No Campeonato Nacional, prevê-se a participação de 40 velejadores nacionais, enquanto o número de velejadores, no Europeu, deverá ascender a 150, em representação de 20 países, europeus e não só. «No conjunto dos dois campeonatos e dos estágios, teremos, durante duas semanas, mais de 400 pessoas envolvidas neste que será o maior evento de vela adaptada da Europa no ano de 2019».

Os campeonatos terão como base a Marina de Portimão, com as regatas a ter lugar no estuário do Rio Arade.

O coordenador do projeto salienta que «a Vela Solidária, o Iate Clube da Marina de Portimão e a Teia D’Impulsos pretendem fazer deste evento desportivo um marco no desporto adaptado em Portimão, nas políticas e ações relacionadas com as acessibilidades e com o turismo acessível, na angariação de novos parceiros e na facilitação de redes de cooperação».

«Queremos que o Campeonato da Europa de Vela Adaptada seja um catalisador de crescimento, consciencialização e valorização humana e dos recursos naturais», acrescenta Luís Brito.

O responsável destaca, além de outras parcerias, a que foi estabelecida com a Universidade do Algarve, «no sentido de desenvolver um plano de análise e avaliação de impacto dos eventos, criação de programas turísticos e rotas acessíveis e ainda no planeamento, implementação e gestão destes eventos».

«Queremos que, durante 15 dias, estes velejadores especiais, suas comitivas e os elementos da organização tenham uma experiência única e para tal, contamos com parceiros também eles especiais pela sensibilidade e empenho nesta causa», conclui Luís Brito.

 

Programa:

>>Campeonato Nacional Vela Adaptada – 27 a 29 de Setembro

>>Estágio Internacional de Vela Adaptada (ParaWorldSailing) – 30 Setembro a 5 Outubro

>>Estágio Nacional de Vela Adaptada (APCA) – 30 Setembro a 4 Outubro

>>Campeonato da Europa HANSA – Vela Adaptada, 5 a 12 de Outubro


Fonte: https://www.sulinformacao.pt/2019/08/portimao-vai-ser-a-capital-da-vela-adaptada-em-setembro-e-outubro/
5
Cinema / Re: FILME - Dumbo (2019)
« Última mensagem por Ana-S em 25/08/2019, 10:37 »
Gostei do filme mas achei que em desenhos animados era mais dramático.  :D
É um filme que fala da diferença, da liberdade e do direito de sermos quem somos, mesmo que sejamos diferentes dos demais. :)
 
6
Cinema / Filme - Lixo (2014)
« Última mensagem por Ana-S em 25/08/2019, 10:34 »


titulo original: Trash

Rio de Janeiro, Brasil.
Gardo (Eduardo Luís) e Raphael (Rickson Tevez) são garotos que vivem no lixão e procuram coisas importantes entre os restos despejados no local todo o dia. Um dia, Raphael encontra uma carteira com dinheiro e divide com o amigo. Entretanto, o policia Frederico (Selton Mello), aparece à procura da tal carteira a mando de um candidato a prefeito, Santos (Stepan Nercessian). Os garotos não revelam que a encontraram e pedem ajuda a Rato (Gabriel Weinstein), também morador do lixão, para que possam descobrir o que ela tem de tão importante. É quando percebem que, através de uma chave, embarcarão numa verdadeira caça ao tesouro.
7
Videos Músicais / Carlos Paião - Versos de Amor
« Última mensagem por Ana-S em 25/08/2019, 10:23 »


Às onze e meia saiu para a rua
Com o seu fato domingueiro
Dormindo a aldeia brilhando a lua
Num céu de estrelas conselheiro
Coração quente timidamente
À sua porta então chamou
E abriu-se a janela e só para ela
Triste cantou

Versos de amor
Lindos esses versos de amor
Que fizera em segredo
A sonhar quase a medo
Um viver tentador

A sua vida por uns versos de amor
Lindos esses versos de amor
Na mais terna amargura
O silêncio murmura uma história de amor

A noite imensa foi mais rainha
Quando uma lágrima caiu
Na recompensa o amor que tinha
Ela também chorou sorriu
Foi tão bonito tinham-lhe dito
Que amar ás vezes faz doer
Mas a dor que sentia
Não lhe doía dava prazer

Versos de amor
Lindos esses versos de amor
Que fizera em segredo
A sonhar quase a medo
Um viver tentador

A sua vida por uns versos de amor
Lindos esses versos de amor
Na mais terna amargura
O silêncio murmura uma história de amor
8
Videos Músicais / Re: Leonardo - Mentirosa (Ao Vivo)
« Última mensagem por AREZ em 24/08/2019, 18:45 »
Não conhecia esta musica. Verdade  :D
Bem poucos artistas conseguem cantar a solo tão bem como no estúdio.
Eu conhecia o Leonardo desde a altura em que cantava com o irmão Leandro e sei todas as musicas do cd "temporal de amor" de cor  :D

Ele lançou em cd esta musica em 2008.

A discografia dele e com o falecido irmão é toda 5****
9
Noticias / Re: Prestação Social para Inclusão - Complemento
« Última mensagem por arlinda em 24/08/2019, 13:34 »
Andreia87 o problema esta com o meu marido que só tem 68% mas o caricato é que quando requereu o psi não lhe deram a totalidade só depois de receber o primeiro mês com os retroactivos e estar a receber mais alguns meses meses é que passou para a totalidade por isso ainda me é mais difícil entender  esta situação segundo dizem o desemprego conta como rendimentos por conta de outrem.
mais um caso que soube a quem lhe é deferido o psi a receber zero euros é diferente de ser indeferido ou seja a que lhe foi atribuído zero euros  nas actualizações já pode ter direito a algum e mesmo a receber zero euros pode pedir o complemento e ter direito pois foi o que aconteceu agora ao meu marido passou a receber zero euros de psi e foi lhe atribuído o complemento de 49,98 euros.
vou continuar a aguardar pois vou apresentar uma carta a reclamar e pedir a anulação do valor pois se houve erro não foi culpa nossa.
10
Videos Músicais / Re: Leonardo - Mentirosa (Ao Vivo)
« Última mensagem por Ana-S em 24/08/2019, 11:39 »
Não conhecia esta musica. Verdade  :D
Bem poucos artistas conseguem cantar a solo tão bem como no estúdio.
Eu conhecia o Leonardo desde a altura em que cantava com o irmão Leandro e sei todas as musicas do cd "temporal de amor" de cor  :D
Páginas: [1] 2 3 ... 10


Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo