iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Anuncie Aqui

TotalMobility
myservice

Tecnomobile

Anuncie Aqui

Multihortos

Drive Mobility

Últimas Mensagens

Páginas: [1] 2 3 ... 10
1
Videos & Imagens / Hoje em dia todo o cuidado é pouco..
« Última mensagem por casconha em Hoje às 15:47 »
2
Videos & Imagens / Auxílio emergência partir de janeiro
« Última mensagem por casconha em Hoje às 15:09 »
3
ate podem ser so 20..... responsaveies do inr, fórum do deficiente, pcp e quem de a cara por nos... não e preciso mts e preciso bons.... já vi animais ganharem mais direitos q nos..... animais são melhores tratados q nos????? q mundo e este???

Também sinto essa revolta somos sempre os mais penalizados e por exemplo à tanta gente a viver à grande com o RSI juro que não percebo e com saúde recusam-se a trabalhar
5

A sentença foi proferida na última quarta-feira, dia 25 de novembro;
revelando a malícia das duas mulheres que assassinaram um menino de apenas 9 anos.




Rhuan Maycon da Silva Castro chegou a falecer de uma maneira precoce, e trágica. O garoto de apenas 9 anos, foi assassinado de um jeito bastante cruel no mês de maio do ano anterior, 2019. A narrativa de sua vida chegou ao fim quando o juiz Fabrício Castagna teria proferido no tribunal que trabalha, a sentença das 2 criminosas que foram autoras do assassinato.
O juiz proferiu suas sentenças pela última quarta-feira, dia 25 de novembro. A mãe do garoto, chamada Rosana Auri da Silva, e sua parceira Kacyla Priscyla Santiago, chegaram a ser condenas a pagar 64 e 65 anos de reclusão. Às duas irão cumprir sua pena em total regime fechado.
Sobre a sentença, a qual o site de notícias Metrópoles conseguiu acessar com total exclusividade, expõem detalhes o ato criminoso e hediondo, e friamente premeditado; de acordo com as palavras do magistrado. Eles irão ser revelados e detalhados pela primeira vez.
No tal documento, a excelência teria destacado toda frieza emocional, insensibilidade exacerbada e até comportamento calculista das 2 acusadas. Desde o início das investigações, Rosana teria chegado a prestar afirmações permeadas de incoerência e inverdades, sem contar sua utilização de técnicas de teatralidade e manipulação, onde se colocava no lugar da vítima.
A mãe do menino não teria demonstrado remorso, empatia e muito menos arrependimento com a vítima. Ressaltando que quando a mãe foi questionada se ela e sua parceira teria comido a carne de seu filho, ela teria respondido não, mas alegou que o cheiro dela estava muito bom. Ambas criminosas chegaram a queimar pedaços do menino na churrasqueira onde a família residia; que seria uma tentativa de destruir seu cadáver.
A parceira da mãe do menino ligava o fogo, no momento em que ela degolava o garoto ainda vivo, após esfaqueá-lo mais 11 vezes. O menino chegou a ter seu pênis decepado em uma falectomia caseira, 1 ano antes de ser morto pelas duas após terem pesquisado na internet como extrair testículos e pênis. Ambas ficaram caladas no decorrer do julgamento.
As duas também haviam esquartejado a criança, perfurado seus olhos e dissecado sua pele. Com a tentativa de assar a carne da criança, a fumaça feita pelo corpo causou com que as 2 desistissem de seus planos e enfiassem os restos da criança em mochilas e mala.







Fonte: metropoles
6

Consumidores levam cama para fila de loja de games à espera da abertura da Black Friday




Foto: Reprodução/Twitter(@eugenedanielTV)

Uma cena surreal foi registrada na quinta-feira (26/11) em Norfolk (Virginia, EUA): dois consumidores levaram suas camas para a calçada à frente de uma loja a fim de ficar na fila de clientes à espera da abertura do estabelecimento para a tradicional Black Friday, que ocorre no dia seguinte ao feriado de Ação de Graças.
Um dos consumidores pôs uma cama de casal na calçada. Os dois chegaram cedo ao local e passaram quase o dia todo e a madrugada desta sexta-feira (27/11) "acampados" com muitos cobertores por causa do frio.
Depois de tentar outras 11 filas, um dos homens achou uma loja ainda sem consumidores, e foi lá que ele decidiu pôr o seu quarto improvisado.




O objetivo da dupla era aproveitar um desconto para comprar um console de videogame recém-lançado, contou reportagem do "Daily Mirror".
Imagens da dupla viralizaram nas redes sociais nos EUA. Muitos manifestaram estar impressionados com tamanha dedicação, enquanto outros disseram preferir pagar mais caro a ter que se submeter a isso.
"Já vi barracas, vi sacos de dormir, vi um acampamento inteiro enquanto esperava pelo Wii, mas uma cama?!", postou um internauta.

Fonte:extra.globo

7
ate podem ser so 20..... responsaveies do inr, fórum do deficiente, pcp e quem de a cara por nos... não e preciso mts e preciso bons.... já vi animais ganharem mais direitos q nos..... animais são melhores tratados q nos????? q mundo e este???
8
Politécnico de Coimbra mais acessível para pessoas com mobilidade condicionada

por Notícias de CoimbraNovembro 25, 2020

O Politécnico de Coimbra (IPC) está a investir na melhoria das acessibilidades para pessoas com mobilidade condicionada, com o objetivo de tornar todos os edifícios mais acessíveis. Trata-se de um investimento que está a ser realizado através de uma candidatura ao Programa de Acessibilidades aos Serviços Públicos e na Via Pública, onde o IPC foi contemplado com um financiamento de 176.368,05€.



Segundo Jorge Conde, presidente do Politécnico de Coimbra, pretende-se com esta ação preparar a instituição “para dar a todos as mesmas condições de acesso a qualquer ponto das escolas e dos nossos edifícios”. “Nós queremos, e temos feito isso com outros programas como a sustentabilidade, ser uma instituição que não só forma, mas também educa. Para podermos educar as pessoas para a diferença, para terem a noção de que nem todos conseguem chegar a todo o lado com a mesma facilidade, é necessário desenvolver um programa de acessibilidades”, explica.

No âmbito deste programa, foi feito o diagnóstico das condições de acessibilidade da Instituição e definiram-se intervenções em todas as suas Unidades Orgânicas de Ensino, nos Serviços Centrais e no Centro Cultural Penedo da Saudade, a implementar até fevereiro de 2021, salienta o IPC.


 
Entre as intervenções previstas, destaca-se a criação de instalações sanitárias adaptadas ou a remodelação das existentes, a instalação de ascensores, rampas e vãos de acesso aos edifícios bem como plataformas. “Vamos proceder a um conjunto de alterações nos edifícios e na forma como nos movimentamos cá dentro para tornar todos os edifícios do Politécnico acessíveis, e resolver um problema que continuamos a ter, que é a antiguidade dos edifícios e o facto de terem sido construídos numa altura em que as acessibilidades não eram uma coisa importante”, afirma o responsável.

Ontem decorreu na Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC) uma ação de formação para instalação e utilização de um destes equipamentos, designadamente um trepador de escadas, que permite às pessoas em cadeira de rodas ultrapassar as barreiras arquitetónicas e que impeçam a mobilidade. A ação foi destinada a funcionários de vários
serviços de unidades orgânicas da instituição que irão utilizar este equipamento, a que assistiram também o presidente do Politécnico de Coimbra, o presidente da ESEC, Rui Antunes e a vice-presidente do IPC responsável pela área da saúde ocupacional, Ana Ferreira.


 
Segundo Jorge Conde, este equipamento ficará sediado na ESEC mas disponível para todas as unidades orgânicas o poderem utilizar, seguindo a lógica de partilha de recursos que tem sido implementada no IPC.



Fonte: https://www.noticiasdecoimbra.pt/politecnico-de-coimbra-mais-acessivel-para-pessoas-com-mobilidade-condicionada/
9
Manifestações e afins é tudo muito lindo falar, depois na hora H são muito poucos que aparecem, infelizmente :$ :$
10
Lagos investe cerca de 76.000 euros na melhoria de acessibilidades
CRISTINA MENDONÇA

25-11-2020
A intervenção visa aumentar os níveis de segurança e melhorar a imagem da Rua Infante Dom Henrique


A obra incide num dos principais eixos viários da cidade, a Rua Infante Dom HenriqueFOTO CARLOS AFONSO / D.R.
Depois dos trabalhos de rebaixamento do acesso às passadeiras inseridas em zona urbana, a Câmara de Lagos está a desenvolver novas intervenções, visando a melhoria de acessibilidades para pessoas com mobilidade reduzida.

Em curso desde setembro, "esta nova empreitada incide num dos principais eixos viários da cidade, mais concretamente a Rua Infante Dom Henrique, e inclui também a requalificação da zona de estacionamento adjacente", explica a autarquia lacobrigense em comunicado.

A obra, com um custo de 75.934 euros, sem IVA, e um prazo de execução de 120 dias, pretende não só "eliminar barreiras à circulação pedonal, como melhorar a convivência da circulação pedonal com o estacionamento automóvel, de modo a aumentar os níveis de segurança e melhorar a imagem urbana daquela zona", conclui.


Fonte: https://postal.pt/sociedade/2020-11-25-Lagos-investe-cerca-de-76.000-euros-na-melhoria-de-acessibilidades
Páginas: [1] 2 3 ... 10


Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo