iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Anuncie Aqui

TotalMobility
myservice

Tecnomobile

Anuncie Aqui

Multihortos

Drive Mobility

Últimas Mensagens

Páginas: [1] 2 3 ... 10
1
E como está a proposta do PCP em aumentar o pagamento da PSI de 12 para 14 meses? Vai ser discutido ainda e se sim quando ou foi arrumada para canto?
2
Noticias / Re: Prestação Social para Inclusão - Complemento
« Última mensagem por AREZ em 24/10/2020, 20:11 »
Eu também não entendo, ou seja
tinham-me cortado a psi base por estar a receber o subsídio subsequente de desemprego  e atribuíram-me o complemento no valor de 56 € e a minha esposa também ficando com a componente base mais o complemento (tem 81%) , quando me acabou o subsídio subsequente de desemprego pensava que o complemento iria aumentar, mas baixou para os 48€ e a minha esposa também, estando eu sem nenhum rendimento. de seguida pedi a revisão da componente base e do complemento ( em janeiro) recebi hoje a carta a dizer que me foi atribuída a componente base no valor de 273,39€ e o complemento meu e o da minha esposa passou a o€.
Será que estas contas estão bem-feitas? a minha esposa com atestado de 81% e eu 68% ela reformada por invalides recebe 405,27€ + a psi  eu passo a receber a psi como único rendimento. Estes valores ultrapassam o limite para não ter direito a nada do complemento?
Se alguém souber fazer essas contas agradecia para ver se devo ou não reclamar.


Se bem entendo o vosso agregado aufere na totalidade , € 952,05 mensais , dito isto , ultrapassa o limiar do complemento de 1 titular + 1 adulto que é de € 744,97.

Atentamente
3
Videos & Imagens / Re: Com jeito leva....
« Última mensagem por casconha em 24/10/2020, 15:37 »

4
Noticias / Nove compromissos orçamentais do Governo que nunca saíram do papel
« Última mensagem por migel em 24/10/2020, 14:49 »
Nove compromissos orçamentais do Governo que nunca saíram do papel


As negociações entre o Bloco e o Governo foram ensombradas pela falta de concretização por parte do Governo de vários compromissos aprovados no orçamento anterior.
24 de Outubro, 2020 - 13:16h


FacebookTwitterEmail
João Leão (ao centro) fala com Mario Centeno



João Leão (ao centro) fala com Mario Centeno durante um debate parlamentar em janeiro. Foto de António Pedro Santos / Lusa
Foram várias as medidas negociadas por insistência do Bloco de Esquerda e aprovadas no Orçamento do Estado de 2020 que nunca foram cumpridas. Aqui ficam 9 exemplos:

1Estatuto dos Cuidadores Informais - A lei que entrou em vigor em janeiro de 2020 previa que o governo identificasse medidas laborais para os cuidadores no prazo de quatro meses. Mas até hoje, nada aconteceu. Dos 38 milhões previstos para apoiar os cuidadores no Orçamento para 2020, a execução ficou próxima do zero. Dos 250 mil cuidadores a tempo inteiro, apenas 300 tiveram acesso ao estatuto. E destes, apenas 32 recebem hoje o subsídio ao cuidador, segundo os números divulgados pelo próprio Governo.

2Apoio social extraordinário para trabalhadores sem proteção social - Esta medida deveria chegar a dezenas de milhares de pessoas entre julho e dezembro. Mas as candidaturas só abriram em meados de setembro e, até hoje, ninguém recebeu um cêntimo do apoio prometido.

3Redução para metade do prazo de garantia de acesso ao subsídio de desemprego - O Orçamento Suplementar limitou-a a quem ficou desempregado durante o período do estado de emergência ou calamidade e a regulamentação só foi aprovada no Conselho de Ministros de 22 de outubro. Ainda não entrou em vigor.

Catarina Martins em entrevista à Antena 1 esta segunda-feira.
Saúde: Nada do que foi acordado com o Governo em 2019 e 2020 foi executado
4Reforço do Complemento Solidário para Idosos - No Orçamento para 2020, estava prevista a eliminação da consideração do rendimento dos filhos no acesso aos escalões mais baixos do CSI, o que iria alargar substancialmente o universo de beneficiários e garantir que a prestação dependa apenas da situação de pobreza do idoso. Mas a regulamentação da medida só foi aprovada no Conselho de Ministros de 22 de outubro e ainda não entrou em vigor.

5Reforma das pessoas com deficiência - O Orçamento para 2020 previa novas condições de acesso à reforma para pessoas com deficiência e um regime de acesso antecipado à idade de reforma para quem tenha incapacidade igual ou superior a 60%. A pandemia até devia ter acelerado este processo. Mas ele nunca foi  concretizado.

6Trabalho por turnos - O Governo comprometeu-se no Orçamento para este ano a estudar o impacto do trabalho por turnos em Portugal, tendo em vista o reforço da proteção social destes trabalhadores, a revisão dos critérios da necessidade de laboração contínua, os mecanismos de conciliação com a vida familiar e os tempos de descanso e mudança de turnos. Como noutras matérias, a intenção ficou no papel.

7Plano Plurianual de Investimentos no SNS - Por iniciativa do Bloco, foi aprovada uma verba de 180 milhões de euros de investimento em equipamentos necessários para responder à necessidade de internalizar os meios complementares de diagnóstico e terapêutica e assim reduzir transferência de dinheiro do SNS para os privados. Toda essa verba ficou por executar.

Moisés Ferreira
OE’2021: “Governo não se pode limitar ao enésimo anúncio das mesmas coisas que não cumpriu” na Saúde
8Plano Nacional de Saúde Mental - A concretização deste plano há muito adiado foi também aprovada no Orçamento para 2020, com 25 milhões destinados a criar mais equipas comunitárias, programas para a ansiedade e depressão nos Cuidados de Saúde Primários, dispensar gratuitamente antipsicóticos ou garantir oferta pública de cuidados continuados de saúde mental em todo o país, entre outras medidas. Mas nada disso foi ainda concretizado.

9Dedicação plena ao SNS - Se o Governo cumprisse o que foi aprovado no Orçamento para 2020, teria já começado a aplicar o regime de trabalho em dedicação plena aos coordenadores de Unidades de Saúde Familiar e diretores de Centros de Responsabilidade Integrados. A mesma medida devia estar a ser cumprida no recrutamento de novos Diretores de Departamento e de Serviço e de Coordenadores  de Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados. Mas tal como nas medidas anteriores, nada aconteceu até agora.



Fonte: Esquerda
5
Noticias / Re: Prestação Social para Inclusão - Complemento
« Última mensagem por arlinda/joaquim em 23/10/2020, 17:19 »
Eu também não entendo, ou seja
tinham-me cortado a psi base por estar a receber o subsídio subsequente de desemprego  e atribuíram-me o complemento no valor de 56 € e a minha esposa também ficando com a componente base mais o complemento (tem 81%) , quando me acabou o subsídio subsequente de desemprego pensava que o complemento iria aumentar, mas baixou para os 48€ e a minha esposa também, estando eu sem nenhum rendimento. de seguida pedi a revisão da componente base e do complemento ( em janeiro) recebi hoje a carta a dizer que me foi atribuída a componente base no valor de 273,39€ e o complemento meu e o da minha esposa passou a o€.
Será que estas contas estão bem-feitas? a minha esposa com atestado de 81% e eu 68% ela reformada por invalides recebe 405,27€ + a psi  eu passo a receber a psi como único rendimento. Estes valores ultrapassam o limite para não ter direito a nada do complemento?
Se alguém souber fazer essas contas agradecia para ver se devo ou não reclamar.
6
Noticias / Novo órgão descoberto no corpo humano pode ajudar contra câncer
« Última mensagem por casconha em 23/10/2020, 13:20 »

Novo órgão descoberto no corpo humano pode ajudar contra câncer


Novas glândulas - Foto: reprodução / NKI

Cientistas da Holanda descobriram um novo órgão no corpo humano e acreditam que o achado será útil em tratamentos contra o câncer, para aumentar a qualidade de vida de pacientes submetidos à radiação.
O oncologista Wouter Vogel e o cirurgião Matthijs Valstar desenvolviam um novo método de exames, quando descobriram duas novas glândulas salivares.
O par de glândulas fica entre o fim da cavidade nasal e o começo da garganta, ou seja, na parte posterior da nasofaringe.
Após a descoberta inédita – a primeira do gênero em 300 anos – a dupla do Instituto do Câncer da Holanda, se uniu a cientistas da Centro Médico Universitário de Utrecht para analisar os órgãos.
Os estudos foram divulgados na última sexta, 16, na revista científica Radiotherapy & Oncology
“Pelo que sabíamos, as únicas glândulas salivares ou mucosas da nasofaringe eram microscopicamente pequenas”, afirmou Vogel, em comunicado.
Ele explicou que até mil dessas pequenas glândulas podem estar espalhadas pela mucosa. “Então, imagine nossa surpresa quando encontramos [as duas glândulas maiores].”


Como
Os pesquisadores analisaram 100 pessoas que tinham feito exames após terem sido diagnosticadas com câncer de próstata e encontraram por acaso as novas glândulas.
As imagens em alta definição dos tecidos do corpo mostraram duas estruturas diferentes no centro da cabeça.
“Nós as chamamos de glândulas tubárias, em referência a sua localização anatômica”, contou Vogel.


Câncer
Os cientistas decidiram investigar se a radiação usada em tratamentos contra o câncer poderia causar complicações ao atingir essas “novas” glândulas.
Eles se uniram a colegas do Centro Médico Universitário de Groningen e analisaram dados de 723 pacientes submetidos a tratamentos do tipo — e aí veio mais uma surpresa.
De acordo com a análise, quanto mais radiação fornecida a essas glândulas recém-descobertas, mais complicações os sujeitos experimentaram após o tratamento.
“Nosso próximo passo é descobrir como podemos poupar melhor essas novas glândulas e em quais pacientes”, apontou Vogel.
“Se pudermos fazer isso, os pacientes poderão sentir menos efeitos colaterais, o que beneficiará sua qualidade de vida geral após o tratamento.”
Agora os cientistas querem expandir o estudo pra confirmar se as glândulas realmente são desconhecidas.

Fonte:Radiotherapy & Oncology e Metrópoles
7
Frase do Dia / Só sei que nada sei.
« Última mensagem por casconha em 23/10/2020, 12:12 »


Só sei que nada sei,
e o fato de saber isso,
me coloca em vantagem sobre aqueles
que acham que sabem alguma coisa.
8
Leitura / O Impossivel Depende de Ti
« Última mensagem por SLB2010 em 23/10/2020, 10:17 »
9
Outros / Estigma do desporto adaptado começa nas famílias
« Última mensagem por SLB2010 em 23/10/2020, 09:29 »
Estigma do desporto adaptado começa nas famílias

DESPORTO



Manuela Ralha, vereadora na Câmara de Vila Franca de Xira, diz que as famílias e os clubes ainda são uma barreira para o desporto adaptado. A única prova mundial de paratriatlo de 2020 decorreu em Alhandra, com apenas um português.
A vereadora da inclusão e igualdade na Câmara de Vila Franca de Xira, Manuela Ralha diz que o estigma do desporto para pessoas com deficiência começa nas famílias e que os clubes precisam de ajudar a derrubar essas barreiras, investindo no desporto adaptado. Manuela Ralha, também ela portadora de deficiência, falava a O MIRANTE à margem da Taça do Mundo de Paratriatlo que se realizou a 10 de Outubro, em Alhandra.

“Ainda não há uma visão integradora do desporto adaptado e isso é um problema de mentalidades”, afirmou Manuela Ralha, sublinhando que o “estigma começa nas famílias ao não incentivarem à sua prática” e que “os clubes ainda não investem para criar as condições necessárias”. Desde que está numa cadeira de rodas, Manuela Ralha já foi campeã nacional de natação adaptada e recordista nacional da modalidade.

Na prova, que ocorreu pela primeira vez em Alhandra e pela terceira vez em Portugal, participaram 61 paratriatletas de 19 nacionalidades. Filipe Marques foi o único português em prova, tendo conseguido um sétimo lugar na categoria PTS5. Em Portugal há, segundo a Federação de Triatlo de Portugal, um total de cinco paratriatletas.

Para Manuela Ralha, o facto da Federação de Triatlo de Portugal ter escolhido Alhandra para realizar esta competição “é a prova de que se está num concelho que tem trilhado o caminho da inclusão”, destacando que o município foi o primeiro do país a criar o Dia Paralímpico Municipal, apoia a natação adaptada do Alhandra Sporting Clube (ASC), desenvolveu um programa de natação adaptada nas escolas e financia a dança inclusiva e adaptada para os utentes das Cerci’s.

No mesmo fim-de-semana, Alhandra recebeu ainda o Campeonato do Mediterrâneo de Triatlo e o Campeonato Europeu de Clubes de Triatlo por Estafetas Mistas. O Alhandra SC conquistou um terceiro lugar na prova júnior com os atletas Inês Rico, François Vie, Helena Molina e Afonso Nunes.


O Mirante
10
Sete equipamentos culturais vão adaptar-se a visitantes com necessidades especiais



Sete equipamentos culturais vão adaptar-se a visitantes com mobilidade condicionada. A Direção-Geral do Património Cultural disponibilizou 105 mil euros para o efeito.


Agência Lusa
Texto
22 out 2020, 00:49 
   

▲Todas as intervenções deverão estar concluídas até ao final de 2020

DIOGO VENTURA/OBSERVADOR

Receba os alertas do Observador
Com os nossos alertas, pode seguir o seu autor, tópico ou programa favorito. Para não perder nada do que lhe interessa.



De acordo com este organismo do Ministério da Cultura, o financiamento atribuído à execução de 10 projetos através do Programa de Acessibilidades aos Serviços Públicos e na Via Pública (PASPVT), vai permitir melhorar a capacidade de receber visitantes com necessidades especiais.

Os equipamentos beneficiados com apoio financeiro, em Lisboa, são o Palácio Nacional da Ajuda (PNA), para aquisição de uma plataforma elevatória, e o Museu Nacional de Arte Contemporânea (MNAC), para remodelação das instalações sanitárias do público no átrio da rua Serpa Pinto.

Também foi beneficiado o Museu Nacional do Traje (MNT), na acessibilidade aos pisos 0, das exposições temporárias, e piso 1, da exposição permanente, e o Museu Nacional do Teatro e da Dança (MNTD), para remodelação funcional de instalação sanitária para utilização por pessoas com mobilidade condicionada.


Fonte: Observador
Páginas: [1] 2 3 ... 10


Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo