iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Anuncie Aqui
myservice

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Últimas Mensagens

Páginas: 1 [2] 3 4 ... 10
11
2ªJorn. 2ªDiv.Camp.Reg.Norte Andebol - P.Varzim20


Novais e Sousa qualifica-se na Póvoa



Foi na manhã do dia 6 de março no Pavilhão Municipal da Póvoa de Varzim que teve lugar a 2ª Jornada da 2ª Divisão do Campeonato Regional do Norte de Andebol-5.

O grande destaque desta jornada foi a qualificação para a Final 4 da equipa de Braga do Centro Novais e Sousa que venceu os dois jogos que disputou nesta jornada frente à equipa da casa do MAPADI e diante da CERCIMARCO (Marco de Canaveses).

A próxima jornada está agendada para o dia 3 de abril em Alpendorada


ANDDI
12
Atletismo / Camp. Nacionais Inverno ANDDI - Lousada 20
« Última mensagem por SLB2010 em 28/03/2020, 18:25 »
Camp. Nacionais Inverno ANDDI - Lousada 20


Lousada acolhe os Nacionais de Inverno ANDDI



A ANDDI levou a efeito no dia 7 de março, em conjunto com a A.A.Porto, os seus Campeonatos de Atletismo de Inverno.

Mais de 70 atletas, de 12 equipas de diferentes regiões do país, competiram na Pista do Complexo Desportivo de Lousada.

Destaque para a participação de alguns atletas que recentemente foram medalhados nos Mundiais Indoor de Torun, bem como os convocados da Seleção Nacional Síndrome de Down para Antália.



ANDDI
13
Covid-19: Cristiano Ronaldo e Jorge Mendes doam cinco ventiladores à Madeira

Sportinforma / Lusa
28 mar 2020 14:51


Covid-19: Santa Clara doa três monitores cardíacos aos hospitais dos Açores
Para o Governo Regional, "a cedência destes equipamentos ao SESARAM e à Região vai aumentar a capacidade de resposta ao doente crítico no combate à pandemia", juntando-se aos 99 ventiladores de que a região dispõe.

O internacional futebolista português Cristiano Ronaldo, nascido na Madeira, e o empresário Jorge Mendes vão doar ao Serviço Regional de Saúde da Madeira cinco ventiladores, revelou hoje aquele organismo.

"O Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM) irá receber uma doação de equipamentos para ajudar no combate à covid-19, cedidos pelo futebolista madeirense Cristiano Ronaldo e pelo empresário Jorge Mendes", refere uma nota de imprensa, especificando que "vão financiar cinco ventiladores para apoiar no combate à pandemia covid-19" no arquipélago.

Para o Governo Regional, "a cedência destes equipamentos ao SESARAM e à Região vai aumentar a capacidade de resposta ao doente crítico no combate à pandemia", juntando-se aos 99 ventiladores de que a região dispõe.

"O Serviço de Saúde da RAM agradece a iniciativa do capitão da seleção portuguesa e do seu empresário.", conclui a nota.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 600 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 28.000.

Dos casos de infeção, pelo menos 129.100 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.


Continue a lêr aqui: https://desporto.sapo.pt/futebol/artigos/covid-19-cristiano-ronaldo-e-jorge-mendes-doam-cinco-ventiladores-a-madeira
14
Nadadores paralímpicos estão “presos” no Equador por causa do coronavírus
Por Roxane Regly -27 março, 2020 17:23


Nove atletas e o técnico Antônio Luiz Duarte, da equipe de natação do município de Indaiatuba (SP), estão em Quito, no Equador, desde o último dia 21, à espera de uma possibilidade de voltar para o Brasil.

Por conta das medidas restritivas tomadas pelo governo de Quito relacionados à pandemia do novo coronavírus, eles não conseguem deixar a cidade. Na quinta-feira (26), a atleta Tais Bobato, que antes de representar Indaiatuba foi moradora de Limeira (SP), publicou em sua rede social Instagram um vídeo fazendo um apelo por ajuda.

“Ainda estamos presos no Equador, apesar do voo ter sido liberado pelo presidente. não temos notícias de quando o voo estará aqui, essa incerteza está matando o nosso psicológico, a nossa sanidade mental”, lamentou a nadadora.

Tais diz que nesta sexta-feira (27) o Itamaraty e o Ministério da Defesa manteve contato com a equipe, dizendo estar com “um olhar todo especial quanto ao caso” e que agora dependem de questões de logística.

PREOCUPAÇÕES
Segundo a atleta, a equipe é formada por 9 nadadores, todos eles pessoas com deficiências. Entre eles estão atletas que já competiram as Olimpíadas Paralímpicas e Jogos Pan-Americanos. “Nós estamos aqui a trabalho, não a passeio”, destacou Tais.

Em seu relato no Instagram, ela afirma que os atletas estão em situação de desespero, tristeza e mal-estar. “Aqui há atletas com deficiência intelectual, que já não estão muito bem, assim como temos amigos também que tem depressão, sendo que uma delas além de não se encontrar muito bem, o seu remédio está quase no fim. Ela precisa retornar ao Brasil para comprar e continuar o tratamento”, descreveu a situação.

Eles estão abrigados e recebendo alimentação, mas apelam para voltar às próprias casas. O Rápido no Ar entrou em contato com o Itamaraty, por meio de sua Assessoria de Imprensa e ag


https://rapidonoar.com.br/nadadores-paralimpicos-estao-presos-no-equador-por-causa-do-coronavirus/
15
Atletismo / Covid-19: Comité paralímpico adia Europeus de atletismo adaptado
« Última mensagem por migel em 28/03/2020, 16:39 »
Covid-19: Comité paralímpico adia Europeus de atletismo adaptado
Sportinforma / Lusa
26 mar 2020 17:15
Atletismo
desporto europeus Atletismo adaptado coronavírus Covid-19 pandemia

Covid-19: Comité paralímpico adia Europeus de atletismo adaptado


O Comité Paralímpico Internacional (IPC) anunciou hoje o adiamento dos Europeus de atletismo adaptado, que deveriam decorrer no início de junho, na Polónia, devido à pandemia da covid-19.

Em comunicado, o IPC explica que a decisão foi tomada pelo comité organizador do evento, que deveria realizar-se em Bydgoszcz, entre 02 e 07 de junho, depois de consultadas as autoridades de saúde polacas, com o objetivo de “proteger a saúde de todos os envolvidos”.

O IPC garante que a intenção é realizar a prova ainda este ano e afirma que organizadores e patrocinadores vão procurar uma data alternativa, tendo sempre em conta o evoluir da situação da pandemia da covid-19.

Os Europeus de atletismo adaptado eram uma das últimas provas de apuramento para os Jogos Paralímpicos Tóquio2020, que na terça-feira foram adiados para 2021, devido à pandemia.

A competição continental de atletismo adaptado deveria juntar cerca de 600 atletas, entre os quais vários portugueses.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais 480 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 22.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com quase 260.000 infetados, é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 7.503 mortos em 74.386 casos registados até quarta-feira.

Em Portugal, que está em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril, registaram-se 60 mortes e 3.544 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde.


Fonte: https://desporto.sapo.pt/modalidades/atletismo/artigos/covid-19-comite-paralimpico-adia-europeus-de-atletismo-adaptado
16
Noticias / [Angola] Associação dos Deficientes defende os seus assistidos
« Última mensagem por Claram em 28/03/2020, 16:32 »
Associação dos Deficientes defende os seus assistidos
Maximiano Filipe | Benguela

26 de Março, 2020

A Associação Nacional dos Deficientes de Angola (ANDA), prevê assinar em breve um convénio com a Ordem dos Advogados de Angola (OAA), por forma a defender melhor os direitos dos seus associados.



Fotografia: DR

A decisão foi apresentada na terça-feira, pelo director provincial da ANDA, Xavier Domingos, durante um encontro de reflexão sobre a problemática de inclusão da pessoa com deficiência em Angola, que decorreu sob o lema “Combater a exclusão social da pessoa com deficiência”.

De acordo com o responsável, anos após a Independência Nacional, os direitos das pessoas portadoras de deficiência ainda continuam a ser violados de forma sistemática. “Por esta razão, pretendemos criar um acordo de cooperação com a OAA, para que as preocupações que afligem a vida das pessoas com deficiência sejam devidamente defendidas, como é o caso da descriminação no emprego, a não materialização dos 4 por cento de vagas estabelecidas por lei, a favor das pessoas com deficiência nos concursos públicos de ingresso”, sublinhou.
Para Xavier Domingos, a falta de acessibilidade nas instituições, depois de serem construídas, o acesso a serviços de saúde personalizados, os maus-tratos aos cadeirantes, nos transportes públicos, constituem, igualmente, preocupações da Associação por si liderada.
O responsável, acrescentou que, com a assinatura desse convénio, pretende-se salvaguardar que as leis vigentes que estabelecem, orientam e garantem uma vida condigna para as pessoas portadoras de deficiências, sejam postas em prática, com particularidade para a Lei de Base sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.
O jurista Pedro Tchipetula, convidado a pronunciar-se em relação ao assunto, referiu que as leis são para serem exercidas em conformidade com a Constituição da República de Angola, por se tratar de um país onde a democracia está a ser desenvolvida e onde vigora o Estado de Direito, com a soberania do povo.
Para o jurista, as associações, enquanto parceiras do Estado, desde que estejam devidamente legalizadas e organizadas para o exercício das suas actividades, podem reclamar os seus direitos caso os mesmos sejam violados.
"O Estado angolano estabeleceu normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida”, esclareceu o jurista.
Na sua qualidade de advogado, Pedro Tchipetula re-alça que Angola possui uma Constituição que dá várias garantias para o bem do cidadão. "Apenas falta uma vasta cultura jurídica, para que as pessoas saibam defender os direitos fundamentais que lhes cabem".
Celso Salles, assessor da ANDA para Politicas de Acessibilidade, fez saber que existem vários projectos para aumentar a dignidade da pessoa com deficiência, em vários países de África, sendo Angola um dos países privilegiados, com o surgimento do projecto denominado COA- Centro Operacional da ANDA, o primeiro a ser criado pela Associação, em Luanda, e, posteriormente, em Benguela, o que se estenderá às demais províncias do país.
Celso Salles explicou que o empreendimento vai, igualmente, conferir habilidades a todas as pessoas portadores de deficiência, bem como formação académica, que lhes permita combater a mendicidade a que muitos estão sujeitos, de modo a que consigam se impor na vida e ter a possibilidade de criar condições de auto-sustentabilidade para as suas famílias.
A Associação Nacional dos Deficientes de Angola (ANDA) foi fundada a 1 Fevereiro de 1992, tendo ganho o estatuto de utilidade pública em 2012, em Benguela. Controla mais de dois mil associados, que beneficiam de formações em diversos ramos, face aos três programas piloto criados como o Programa Anda Emprego, Programa Anda Formação, e o Programa Anda Convénio.
No final do encontro, Manuel Caquarta e António José foram agraciados com cadeiras de rodas.
17
Adbrava “vai às compras por si”, é o novo projecto de solidariedade social
VICTOR HUGO /23 MAR 2020 / 18:53 H.


Foto de arquivo

“Fique em casa. A Adbrava vai às compras por si”. É assim que a Associação de Desenvolvimento da Ribeira Brava inicia, a partir de hoje um novo projecto “por si e por todos”. A presidente da instituição diz que “foi a pensar naqueles que, face às circunstâncias actuais, são os mais vulneráveis, como é o caso dos idosos e dos doentes crónicos”, residentes no concelho da Ribeira Brava.

A entidade disponibiliza uma equipa que fará as compras de alimentos essenciais ou medicamentos garantindo a maior segurança aos idosos e seus cuidadores, explica a dirigente.

“A solidariedade e o carinho são demonstrados de uma outra forma”, adianta Nivalda Gonçalves realçando as recomendações da Direção Geral de Saúde, face ao COVID-19, que aconselha que a população fique em casa para evitar a propagação da doença.

Os interessado devem fazer o pedido por chamada telefónica ou via e-mail e a lista de necessidades pode ser realizada através do telemóvel 962 962 518 ou através d endereço electrónico adbrava@gmail.com de segunda a sexta- feira, entre as 10h00 e às 17h30.

“Este é mais um projecto de proximidade de apoio à população idosa, associando aos projectos que a nossa associação já possui como seja o banco de ajudas técnicas, de ajuda alimentar e apoio na melhoria das suas habitações”, complementa, acrescentando que tal como na intempérie de 20 de Fevereiro, “neste momento difícil, sentimos o dever de apoiar os idosos mais isolados e mais vulneráveis”.


DNoticias
18
Apresentações & Regras / Re: Bem vindo Katie
« Última mensagem por Claram em 28/03/2020, 13:11 »
Bem vinda amiga  :brinde:
19
Comunicados da Administração / Re: Nova imagem do Deficiente-Forum
« Última mensagem por Claram em 28/03/2020, 13:10 »
Gostei  ;)
20
Comunicados da Administração / Re: Flyer Deficiente-Forum #Ficaemcasa
« Última mensagem por Claram em 28/03/2020, 13:09 »
Agora mais que nunca  :( :(
Páginas: 1 [2] 3 4 ... 10


Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo