iacess

ergometrica

Anuncie Aqui

Liftech

mobilitec
onlift

Autopedico

Invacare

TotalMobility

Rehapoint
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Anuncie Aqui

Últimas Mensagens

Páginas: 1 [2] 3 4 ... 10
11
Bom dia

Como descrito no nome do tópico, hoje reparei que tenho no campo "aptidão para a condução" a indicação "A natureza da doença causa aptidão para a condução com restrições"
O que pretendia saber se alguem conseguir ajudar é se estou obrigado com esta anotação a averbar algo na carta de condução e visto que não especifica quais são essas restrições, se alguem saberá de um modo geral o que significam e quais são.
R: Mas conduz com carro adaptado? As restrições devem constar por averbamento da carta de condução e de acordo com o atestado médico

Outra dúvida que emerge é relativamente ao seguro automóvel, pois nada está referido a esta situação e no caso de haver um sinistro em que venha a ser interveniente a seguradora poder, como se diz na gíria, fugir com o rado à seringa.
R: Assim que realizar alteração à sua carta de condução, havendo averbamentos, deverá enviar para a seguradora
12
Outras Modalidades / Re: POLYBAT
« Última mensagem por SLB2010 em 17/05/2024, 10:34 »
‼️ ALTERAÇÃO DE LOCAL DE REALIZAÇÃO DO 2º TORNEIO DE POLYBAT JOGOS SANTA CASA – ZONA NORTE ‼️

A Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência (FPDD), vem por este meio informar, que o local da realização do “2.º torneio de Polybat Jogos Santa Casa – Zona Norte”, por razões que são alheias à nossa vontade, transita da EXPONOR, para as instalações do Pavilhão do Centro Desportivo do Instituto Politécnico do Porto.
Mais informamos que quer a data do evento, 24 maio, quer o horário, das 10 às 13:00 horas, se mantêm.
Lamentamos qualquer inconveniente que esta alteração possa causar, agradecendo desde já a compreensão de todos os interessados.
Para mais informações, por favor, entre em contato com a FPDD ou com a Anddi Portugal.



Facebook
13
Solidariedade / Há 20 anos que apoiamos pessoas com deficiência motora
« Última mensagem por SLB2010 em 17/05/2024, 10:32 »


Há 20 anos que apoiamos pessoas com deficiência motora, a terem uma vida digna, com mais qualidade e acesso ao que os faz feliz.
Um pequeno gesto seu pode fazer uma enorme diferença na vida de centenas de pessoas! Em apenas 5 minutos explicamos como pode ajudar.



Associação Salvador
14
Acessibilidades & Mobilidade / Turismo, Acessibilidade e Segurança
« Última mensagem por migel em 17/05/2024, 10:30 »
Turismo, Acessibilidade e Segurança


O que é extraordinário é que este Miradouro tenha sido construído e inaugurado sem considerar as acessibilidades ao local e a circulação pedonal, quer no acesso, quer no próprio Miradouro.

Tive oportunidade de visitar no dia 26 de abril o Miradouro do Zebro, no Município de Oleiros, com o magnifico observatório desenhado pelo sempre genial Arquiteto Siza Vieira.

Foi inevitável que esta visita me fizesse refletir sobre as relações do turismo com a acessibilidade e com a segurança, atributos fundamentais para manter a nossa oferta de turismo em padrões de qualidade internacionais, capazes de competir com outros locais do mundo.

Alguns dirão, mas o turismo de aventura existe e atrai muitas pessoas em todo o mundo. É certo que sim, em alguns casos proporcionando experiências extraordinárias cumprindo todos os requisitos de segurança, em outros num exercício de plena inconsciência ignorando por completo regras de segurança e riscos associados. Neste mundo há de tudo, o que até é bom! Mas o melhor mesmo é sermos capazes de seguir as boas práticas e registar os maus exemplos para não os repetir

O Miradouro do Zebro foi inaugurado no dia 25 de Abril, com bastante publicidade, em várias línguas, como convém quando se pretende atrair visitantes. Há inúmeras fotos na internet para quem não tenha tido oportunidade de ver.


O Miradouro é constituído por uma plataforma circular, que está fixada na rocha, e oferece uma vista panorâmicas, desde o fundo do vale. Através de duas grandes janelas de vidro, colocadas no chão permite-se ainda espreitar os rochedos que continuam até ao fundo do vale. Uma obra verdadeiramente arrojada!

Não vou discutir nem o seu custo nem a oportunidade turística que este Miradouro encerra, e que virá certamente a ser objeto de alguns prémios de arquitetura. Também não se contesta o desejo que o Município de Oleiros terá tido de lançar uma obra icónica com grande impacto para esta região.

O que é extraordinário é que este Miradouro tenha sido construído e inaugurado sem considerar as acessibilidades ao local e a circulação pedonal, quer no acesso, quer no próprio Miradouro.

O acesso é feito diretamente pela estrada, exatamente numa curva onde, poucos metros à frente, existe uma pequena e estreita baia que permite o parqueamento em zebra de apenas quatro veículos ligeiros, ou um autocarro. O resultado é termos várias pessoas a atravessarem a estrada em cima de uma curva, e carros estacionados de forma indisciplinada, junto da entrada do Miradouro, pois a estrada é adversa a percursos pedonais em caso de estacionamentos mais longínquos.


Obviamente que não basta construir o Miradouro, é necessário assegurar que há condições de acessibilidade adequadas à procura que se estima, considerando que virão excursões em autocarro, e vários carros ligeiros. Nada disto foi acautelado.

Vamos então entrar para o Miradouro. Surpreendentemente a entrada é feita pelas escarpas. Nas fotos mostra-se uma rampa acimentada, mas essa não é a entrada, é apenas a rampa de acesso à plataforma circular. Para chegar a esta plataforma é necessário caminhar vários metros por cima de escarpas, tendo apenas um frágil apoio de mão, do lado esquerdo de quem entra, deixando buracos naturais da escarpa no caminho, por onde facilmente um adulto escorrega, e uma criança ou adolescente ainda mais. Como se esta primeira parte não fosse ainda perigo suficiente, de seguida passamos a outra etapa, a falésia não tem qualquer proteção, apenas um cartaz a alertar para que os visitantes tenham cuidado. É a situação ideal para uma criança escapar de ao pé dos pais e escorregar ou mesmo cair pela escarpa. Idêntico risco para os idosos ou para qualquer pessoa com restrições de mobilidade. Todo este descuido se configura numa enorme irresponsabilidade pela falta de segurança, e de acessibilidade ao Miradouro.

Na verdade, apenas o Miradouro propriamente dito foi concebido com o cuidado de ter uma rampa de cimento com proteção, e a plataforma circular também protegida. Quem certificou a abertura do Miradouro nestas condições? Se nada for rapidamente feito corremos o risco de esta obra ficar tristemente famosa!

Professora e investigadora em transportes, Departamento de Engenharia Civil, Arquitetura e Georrecursos do Instituto Superior Técnico




Fonte: https://ionline.sapo.pt/2024/05/14/turismo-acessibilidade-e-seguranca/
15
Flávio Pacheco terminou o contrarrelógio de 9.4km da Taça do Mundo de Ciclismo de Maniago, em Itália, no 21.º lugar da classe H4 🇵🇹 O ciclista português concluiu o percurso em 15:04.09 minutos #ParalimpicosPT
...
📸 David Barros/CPP




Facebook
16
Felgueiras: Jéssica Teixeira conquistou título de tri-campeã nacional feminina de boccia

ByPatrícia Cunha
 MAI 13, 2024  #Felgueiras
salta fronteiras maio 2024 2


Jéssica Teixeira, em representação pela Salta Fronteiras Associação, conquistou o título de tri-campeã nacional feminina, na classe de BC5, no Campeonato Nacional Feminino e Masculino de Boccia, que decorreu nos dias 11 e 12 de maio, em Viseu.

Na terceira participação da Salta Fronteiras Associação na prova, a atleta finalizou com “um resultado merecido, revelador de todo o valor da Jéssica, não só enquanto atleta mas também na vertente humana. Resiliente, dedicada e obstinada, ultrapassou com muito carácter os obstáculos que encontrou e terminou a competição com toda a justiça no primeiro lugar do pódio”, frisa o clube em comunicado.


Destaque, ainda, para a participação de Joana Costa na classe de BC3 e António Cruz em BC5, auxiliados por Leonor Parente e Jorge Antunes, respetivamente. “Ambos os atletas demonstraram evolução e estão igualmente de parabéns pelo compromisso e atitude. Um resultado histórico e que mais uma vez continua a projetar o trabalho brilhante que a Salta Fronteiras Associação tem feito no desporto adaptado em Felgueiras”, acrescenta.


Inserida no programa Viseu Cidade Europeia do Desporto 2024, a competição feminina teve lugar na Escola Infante D. Henrique e a masculina decorreu no Instituto Politécnico de Viseu.





Fonte: https://averdade.com/felgueiras-jessica-teixeira-conquistou-titulo-de-tri-campea-nacional-feminina-de-boccia/
17
Atletismo / Campeonato do Mundo de Atletismo de Kobe
« Última mensagem por migel em 17/05/2024, 10:12 »
Cláudia Santos inaugurou a participação nacional no Campeonato do Mundo de Atletismo de Kobe ao conquistar o 9.º lugar no salto em comprimento T20 com a marca de 4.99 metros 🇵🇹 #ParalimpicosPT

📸 António Borga/CPP




Facebook
18
Apresentações & Regras / Re: Bem vindo Mrap
« Última mensagem por SLB2010 em 17/05/2024, 09:59 »
Obrigado por me acolherem 🙏

Sou o Rui e tenho incapacidade de 94% devido a problemas resultantes de uma neoplasia.

Espero poder contribuir no que sei e também ser ajudado no que não souber.

Um bem haja a todos  :palmas2:


Bem vindo, muito gosto de o termos por cá.
Sinta-se em casa.

Abraço  :abraco:
19
Apresentações & Regras / Re: Bem vindo Mrap
« Última mensagem por migel em 17/05/2024, 09:56 »
Bem vindo Rui!
Espero que goste e participe.
Estamos cá para ajudar.
As suas duvidas vão ser respondidas prontamente.

 :abraco:
20
Boa tarde

Como descrito no nome do tópico, hoje reparei que tenho no campo "aptidão para a condução" a indicação "A natureza da doença causa aptidão para a condução com restrições"

Para ser sincero só aos fim de 4 anos reparei nesta situação.
O que pretendia saber se alguem conseguir ajudar é se estou obrigado com esta anotação a averbar algo na carta de condução e visto que não especifica quais são essas restrições, se alguem saberá de um modo geral o que significam e quais são.
Já revirei a internet toda e não consegui chegar a nenhuma conclusão que me esclarece-se, pois a descriminação da aptidão e da limitação é muito subjectiva.

Outra dúvida que emerge é relativamente ao seguro automóvel, pois nada está referido a esta situação e no caso de haver um sinistro em que venha a ser interveniente a seguradora poder, como se diz na gíria, fugir com o rado à seringa.

Melhores cumprimentos
Rui
Páginas: 1 [2] 3 4 ... 10


Anuncie Connosco Anuncie Connosco Anuncie Connosco Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
     
Voltar ao topo