mobilitec

ergometrica

Ortopedia Moderna

Lismedica

Mais que Cuidar

Ortopedia Universo Senior
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal

Contacte-nos
sembarreiras

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Contacte-nos

Autor Tópico: Sugestões para plano de actividades  (Lida 3614 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online Sininho

Sugestões para plano de actividades
« em: 20/09/2011, 17:09 »
Caros amigos,

Venho propor que se reúnam e se utilizem diferentes ideias para que possamos chegar a um denominador comum eficaz e com qualidade, que gerem assim ideias inovadoras que levem o projeto UDF adiante.

Todos nós, que aqui solidariamente nos unimos, somos portadores de diferentes e diversas competências e experiências, o que no conjunto sabemos poder formar uma diversidade e riqueza no processo de sugestões e discussões.

Nenhuma ideia é descartada ou julgada como errada ou absurda. Todas as ideias serão tidas em conta na compilação de todas as ideias ocorridas neste tópico, evoluindo até às ideais e que mais se adequam ao nosso objecto como associação.

Está lançado, então o desafio para actividades a serem realizadas pela UDF, para o biénio 2012/2014.

Colaborem!  :abraco:



Queira o bem, plante o bem e o resto vem...
 

Offline Eduardo Jorge

Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #1 em: 21/09/2011, 10:46 »
A UDF tem que fazer algo forte que a divulgue, dê visibilidade, ajude a promover. Na minha opinião serão sempre os primeiros passos. Sugeria tentar reunir protagonistas da area da deficiência, como: presidentes de associações, tutela, ARS's, Provedores da pessoa com deficiência, multinacionais e empresas que vendem produtos de apoio, Santa Casa da Misericórdia...e claro nós. Todos num só lugar, numa mesa redonda e debater o estado lastimável onde estamos.

Sendo conhecida, partiria-se para outras etapas.



 
 

Offline Vitinho

  • Utilizador
  • *
  • Mensagens: 133
  • Sexo: Masculino
    • Jornal Só Desporto
  • Tem deficiência: Sim
Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #2 em: 21/09/2011, 19:16 »
A UDF tem que fazer algo forte que a divulgue, dê visibilidade, ajude a promover. Na minha opinião serão sempre os primeiros passos. Sugeria tentar reunir protagonistas da area da deficiência, como: presidentes de associações, tutela, ARS's, Provedores da pessoa com deficiência, multinacionais e empresas que vendem produtos de apoio, Santa Casa da Misericórdia...e claro nós. Todos num só lugar, numa mesa redonda e debater o estado lastimável onde estamos.

Sendo conhecida, partiria-se para outras etapas.

De acordo.
 

Offline 100nick

Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #3 em: 22/09/2011, 22:29 »
Proponho para um plano de  2 anos as perspectivas seguintes:

Angariar o máximo possivel de associados, coloco a meta em 200 sócios para 2 anos.
Propor ás empresas da temática descontos, facilidades e outras  para os sócios da UDF.
Como estão a começar, apresentar e espalhar a UDF por todos os sitios instituicionais no sentido de ver das possibilidades de donativos e candidaturas a programas próprios.

 

Offline Eduardo Jorge

Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #4 em: 24/09/2011, 09:00 »
1oonick, suponho que te referes a empresas comerciais e a descontos em materiais. Ok, tudo certo. Mas sabes que maioria não paga do seu bolso. É ao abrigo de financiamento através da Segurança Social e IEFP.
Eu daria prioridade a protocolos com especialistas na area da saúde. Psicólogos, psiquiatras, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, escolas de braille, equitação de reabilitação, ginásios, piscinas, clinicas de fisioterapia, clubes que disponibilizem desporto adaptado...para mim têm mais importância.

Angariar 200 sócios. Como? Só divulgando a UDF se consegue. E como? Precisam-se de mais sugestões além da que dei.

Não entendo porque outros membros da UDF não se juntam ao debate. Assim é desmotivador.
 

Offline ze.gaspar

  • Utilizador
  • *
  • Mensagens: 426
  • Gostos: 4 veze(s)
  • Sexo: Masculino
  • E eu é que vejo mal!...
    • ambliope.info
  • Tem deficiência: Sim
Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #5 em: 24/09/2011, 10:51 »
A ideia base no Eduardo parece ser a mais correta para um período de arranque.
Exceptuam-se aqui a reunião com todos os sectores da sociedade como ele refere porque creio ser muito dificil conseguir juntar tanta gente.

A minha sugestão para o plano, seria a de se proceder, da seguinte forma:
1.ª - Até final de Fevereiro/2012 - Porque não temos já muito tempo útil este ano
Eleborar uma carta-circular, a enviar a todos quanto possam interessar, a aparesentar a UDF, seus objectivos e solicitatndo que apoios podem prestar.
2.º - Depois de Fevereiro/2012
Procurar então, efectuar junto de entidades publicas e privadas as reuniões com vista a expormos as necessidades, os problemas, ... por ai fora como refere o Eduardo.
Procurar parcerias e protocolos quer com empresas de material (para quem tenha de pagar diretamente) e das diversas valencias de medecina para que se possa prestar mais apoios a todos.

Em paralelo, procurar-se angeriar mais sócios para que se possa ter mais peso. 200 era bom por isso porque não pensar mesmo como meta a atingir, quem sabe.

!!! Façam o favor de serem felizes !!!
 

Offline Rui Silva

Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #6 em: 24/09/2011, 11:43 »
Além de concordar com todas as ideias aqui debatidas, vou apresentar as minhas:

    Tomei conhecimento que há alguns amigos nossos que não estão dispostos a tornarem-se sócios porque não podem nem têm condições para pagar as jóias e cotas. Não vou nomear nome de ninguém. Apenas venho aqui expor a situação e propor a minha ideia.
Sabendo isso, acho que deveríamos facilitar a vida dos membros daqui do Fórum, dos que não podem comparticipar com o pagamento do valor exigido para se tornar sócio. Como? Aceitá-los sem que estes tivessem de pagar.

Mais ninguém além dos corpos sociais da UDF - União Deficiente Forum necessita saber os nomes dos que estão em dívida ou dos que lhes foi facilitado a entrada para sócio.

Feito isso, poderíamos começar desde já ver a necessidade de cada um dos sócios, estudar caso a caso, e ver o que poderíamos fazer. Existem N e N membros do nosso fórum na mesma situação que eu: DESEMPREGADOS. É um mal generalizado por todo o país, eu sei, mas se não fizermos nada em massa, nada se conseguirá.
Não basta arranjar descontos disto e daquilo se não há dinheiro que entra. Ficar a dever 10 ou 100€ fica-se a dever na mesma.

Vós estais a virar-vos para o exterior, quando temos primeiro de pensar em nós, nos nossos membros do fórum, recolhendo o máximo de informação de cada um deles, ver que necessidades é que eles precisam e estudar soluções para isso.
Depois disso feito, então podemos sim partir em busca de empresas, instituições, etc. agendar reuniões, expor as nossas necessidades, por aí fora, e ver que ajudas podemos conseguir através dessas empresas, profissionais em nome individual (médicos, especialistas, entre outros), etc.

Assim sendo proponho o seguinte:
1ª fase: - Angariação de sócios
2ª fase: - Estudo das necessidades de cada sócio
3ª fase: - Analisar prioridades
4ª fase: - Fazer recolha de empresas / profissionais que nos possam ajudar.
5ª fase: - Planear reuniões com as instituições, empresas e profissionais receptivos.

E irmos pensando em planear uma manifestação geral para todos os deficientes a nível nacional a ser realizada numa data a combinar (por exemplo dia 3 de Dezembro, Dia da Deficiência, como é um sábado todos devem estar disponíveis) em vários pontos geográficos do país, por exemplo: Porto, Braga, Guimarães, Chaves, Aveiro, Coimbra, Leiria, Guarda, Santarém, Lisboa, Évora, Portalegre, Faro, Portimão, etc.
« Última modificação: 24/09/2011, 12:20 por Rui Silva »
"Vencer a si próprio é a maior das vitórias." (Platão)
 

Offline Eduardo Jorge

Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #7 em: 24/09/2011, 14:59 »
Citar
A ideia base no Eduardo parece ser a mais correta para um período de arranque.
Exceptuam-se aqui a reunião com todos os sectores da sociedade como ele refere porque creio ser muito dificil conseguir juntar tanta gente

Zé, tem que ser algo que seja relevante e válido. Dificil é de certeza. Mas porque não tentar? Acho que é de extrema importância fazermos algo. Temos que alterar as coisas. Este é um dos exemplos, mas tenho outros:

1 - Os centros de reabilitação só estão a aceitar utentes do SNS quase 1 em 1000. ARSs não estão a ligar-nos nenhuma. Então porque não fazer diligências ordenadas e coordenadas para alterar as coisas. Incluindo manifestações na frente destes lugares?

2 - Existem vários artistas com deficiência. Porque não um festival só inclusivo?

3 - Algo frente á Assembleia da República...Sem visibilidade não haverá sócios.

Quanto á opinião do Rui Silva:

Rui, uma manifestação em pleno Inverno não acho apropriado, ainda por cima em vários distritos. Se num lugar só já temos dificuldades de juntar gente. A fazer-se seria a Marcha no Porto.

Quanto a sócios não terem 0,50 centimos por mês, que me desculpem, mas é menos que o preço de um café. Acho muito pouco provável haver alguém que esteja nessa realidade. Embora não o descarte. E mais uma vez peço desculpa, se alguém está nessa situação. Se formos pensar assim e beneficiar alguém nunca chegaremos lá, além de ser injusto para os que com reformas idênticas fazem o esforço para pagar as quotas.

Miguel, Sininho, Fábio, Neo e outros que fazem parte oficialmente da UDF porque não se manifestam? Vamos dinamizar o debate. Ideias, opiniões, reclamações....precisam-se.
« Última modificação: 24/09/2011, 15:16 por Eduardo Jorge »
 

Offline Ddiablo

  • Utilizador
  • *
  • Mensagens: 6
  • Sexo: Masculino
  • Tem deficiência: Não
Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #8 em: 24/09/2011, 15:49 »
Além de concordar com todas as ideias aqui debatidas, vou apresentar as minhas:

    Tomei conhecimento que há alguns amigos nossos que não estão dispostos a tornarem-se sócios porque não podem nem têm condições para pagar as jóias e cotas. Não vou nomear nome de ninguém. Apenas venho aqui expor a situação e propor a minha ideia.
Sabendo isso, acho que deveríamos facilitar a vida dos membros daqui do Fórum, dos que não podem comparticipar com o pagamento do valor exigido para se tornar sócio. Como? Aceitá-los sem que estes tivessem de pagar.

Mais ninguém além dos corpos sociais da UDF - União Deficiente Forum necessita saber os nomes dos que estão em dívida ou dos que lhes foi facilitado a entrada para sócio.

Feito isso, poderíamos começar desde já ver a necessidade de cada um dos sócios, estudar caso a caso, e ver o que poderíamos fazer. Existem N e N membros do nosso fórum na mesma situação que eu: DESEMPREGADOS. É um mal generalizado por todo o país, eu sei, mas se não fizermos nada em massa, nada se conseguirá.
Não basta arranjar descontos disto e daquilo se não há dinheiro que entra. Ficar a dever 10 ou 100€ fica-se a dever na mesma.

Vós estais a virar-vos para o exterior, quando temos primeiro de pensar em nós, nos nossos membros do fórum, recolhendo o máximo de informação de cada um deles, ver que necessidades é que eles precisam e estudar soluções para isso.
Depois disso feito, então podemos sim partir em busca de empresas, instituições, etc. agendar reuniões, expor as nossas necessidades, por aí fora, e ver que ajudas podemos conseguir através dessas empresas, profissionais em nome individual (médicos, especialistas, entre outros), etc.

Assim sendo proponho o seguinte:
1ª fase: - Angariação de sócios
2ª fase: - Estudo das necessidades de cada sócio
3ª fase: - Analisar prioridades
4ª fase: - Fazer recolha de empresas / profissionais que nos possam ajudar.
5ª fase: - Planear reuniões com as instituições, empresas e profissionais receptivos.

E irmos pensando em planear uma manifestação geral para todos os deficientes a nível nacional a ser realizada numa data a combinar (por exemplo dia 3 de Dezembro, Dia da Deficiência, como é um sábado todos devem estar disponíveis) em vários pontos geográficos do país, por exemplo: Porto, Braga, Guimarães, Chaves, Aveiro, Coimbra, Leiria, Guarda, Santarém, Lisboa, Évora, Portalegre, Faro, Portimão, etc.



Peço imensa desculpa intrometer-me neste assunto e se calhar vão achar que escrevi estas palavras com uma brutalidade extrema mas é assim que eu vejo o filme.
Quem poderá achar que 6 euros anuais é excessivo e se calhar anda a gastar na porcaria do tabaco, alcool para não falar noutras porcarias.
é ridículo, ao menos sejam pessoas normais e dignem-se a dizer que não pagam porque não querem.
São 6 ridículos euros POR ANO.
Andam a pagar por tv cabo 50 euros por mês  e tem  a vergonha de dizer que 6 EUROS ANO é muito.
Tristeza, é o que é,
 

Online suscoelh@

Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #9 em: 24/09/2011, 16:10 »
Concordo plenamente com o Eduardo, neste ponto inicial promover e divulgar são pontos fundamentais para o desenvolvimento do UDF, penso que pode começar em cada um de nós, a palavra é um meio de divulgação bem forte e todos podemos fazer um pouco. Depois como disse o Eduardo e muito bem é tentar por outras instâncias. Desde modo com toda a certeza vão angariar-se alguns sócios e com a ajuda de todos é a maneira mais fácil e eficaz.

Quanto ao que o Rui disse não concordo nada, que me desculpem se firo algumas susceptibilidades, mas acho que apesar de muita gente ter dificuldades, quem pode ter net, computador e por ai a fora, nem vou entrar em pormenores que não acho necessário, com toda a certeza poderá pagar a quantia que está estipulada mensalmente, que quanto a mim é mínima.


"As maiores coisas do mundo e as mais belas não podem ser vistas e nem sequer tocadas. Devem ser sentidas com o coração."

(Helen Keller)

 

Offline Rui Silva

Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #10 em: 24/09/2011, 16:32 »
O que eu queria dizer é que há pessoas que preferem não pagar e ser servidas na mesma como se pagassem. E o que me irrita mesmo é a ironia dessas pessoas dizerem "não tenho dinheiro para isso" em vez de serem francas e dizerem o que se passa.

Sei que vou agora contra aquilo que disse, mas é mesmo assim como disseram: quem tem dinheiro para gasóleo, para um contrato mensal de TV cabo, para isto e para aquilo, não me digam que não tem disponibilidade para pôr 50 cêntimos todos os meses de lado.
"Vencer a si próprio é a maior das vitórias." (Platão)
 

Offline Ddiablo

  • Utilizador
  • *
  • Mensagens: 6
  • Sexo: Masculino
  • Tem deficiência: Não
Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #11 em: 24/09/2011, 16:43 »
Sem sombra de duvida Rui e queres ver mais

Um exemplo simples e básico:

Uma empresa que se preste a servir OS SÓCIOS com descontos 10% cujo valor das compras seja de por exemplo  60 euros, só isso pagou um ano de cotas.

Será que esta gente não enxerga o óbvio, as vantagens que poderão vir desta organização que luta por todos nós??

As vantagens que irá receber ou só quer ( mamar sem nada em troca ).



 
« Última modificação: 24/09/2011, 16:45 por Ddiablo »
 

Online migel

Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #12 em: 24/09/2011, 18:24 »
Citar
A ideia base no Eduardo parece ser a mais correta para um período de arranque.
Exceptuam-se aqui a reunião com todos os sectores da sociedade como ele refere porque creio ser muito dificil conseguir juntar tanta gente

Zé, tem que ser algo que seja relevante e válido. Dificil é de certeza. Mas porque não tentar? Acho que é de extrema importância fazermos algo. Temos que alterar as coisas. Este é um dos exemplos, mas tenho outros:

1 - Os centros de reabilitação só estão a aceitar utentes do SNS quase 1 em 1000. ARSs não estão a ligar-nos nenhuma. Então porque não fazer diligências ordenadas e coordenadas para alterar as coisas. Incluindo manifestações na frente destes lugares?

2 - Existem vários artistas com deficiência. Porque não um festival só inclusivo?

3 - Algo frente á Assembleia da República...Sem visibilidade não haverá sócios.

Quanto á opinião do Rui Silva:

Rui, uma manifestação em pleno Inverno não acho apropriado, ainda por cima em vários distritos. Se num lugar só já temos dificuldades de juntar gente. A fazer-se seria a Marcha no Porto.

Quanto a sócios não terem 0,50 centimos por mês, que me desculpem, mas é menos que o preço de um café. Acho muito pouco provável haver alguém que esteja nessa realidade. Embora não o descarte. E mais uma vez peço desculpa, se alguém está nessa situação. Se formos pensar assim e beneficiar alguém nunca chegaremos lá, além de ser injusto para os que com reformas idênticas fazem o esforço para pagar as quotas.

Miguel, Sininho, Fábio, Neo e outros que fazem parte oficialmente da UDF porque não se manifestam? Vamos dinamizar o debate. Ideias, opiniões, reclamações....precisam-se.


OLá Eduardo boas,
Tenho seguido estas idéias par a passo, e o não me envolver já na discussão é pq  vou ter que elaborar um plano com o aqui debatidoe como sabes tenho incentivado o debate.
Mas posso adiantar para já algumas idéias...
alguma delas já colocadas neste post.

Temos que ser realistas e pensar que não temos ninguém a tempo inteiro a tratar destes assuntos como algumas asociações, contamos apenas como sempre com a boa vontade de todos e o tempo disponivel de cada um.

1º Angarir sócios, está a ser dificil mas vamos continuar a divulgar, adianto que temos 14 incrições, meta realista atingir 50 anuais.
2º Informar/apresentar a UDF a Instituições e empresas
3º Tentar junto a empresas benesses para os nosso associados.
4º Na medida do possivel patrocionar em regime de voluntariado, apoio juridico para proc. mais complicados.
5º Candidaturas a projectos a qual nos podemos habilitar.
6º Organizar eventos onde se possa informar as pessoas sobre os seus direito, e no mesmo angariar associados.

 

Offline ze.gaspar

  • Utilizador
  • *
  • Mensagens: 426
  • Gostos: 4 veze(s)
  • Sexo: Masculino
  • E eu é que vejo mal!...
    • ambliope.info
  • Tem deficiência: Sim
Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #13 em: 24/09/2011, 19:23 »
Citar
A ideia base no Eduardo parece ser a mais correta para um período de arranque.
Exceptuam-se aqui a reunião com todos os sectores da sociedade como ele refere porque creio ser muito dificil conseguir juntar tanta gente

Zé, tem que ser algo que seja relevante e válido. Dificil é de certeza. Mas porque não tentar? Acho que é de extrema importância fazermos algo. Temos que alterar as coisas. Este é um dos exemplos, mas tenho outros:

1 - Os centros de reabilitação só estão a aceitar utentes do SNS quase 1 em 1000. ARSs não estão a ligar-nos nenhuma. Então porque não fazer diligências ordenadas e coordenadas para alterar as coisas. Incluindo manifestações na frente destes lugares?

2 - Existem vários artistas com deficiência. Porque não um festival só inclusivo?

3 - Algo frente á Assembleia da República...Sem visibilidade não haverá sócios.

Quanto á opinião do Rui Silva:

Rui, uma manifestação em pleno Inverno não acho apropriado, ainda por cima em vários distritos. Se num lugar só já temos dificuldades de juntar gente. A fazer-se seria a Marcha no Porto.

Quanto a sócios não terem 0,50 centimos por mês, que me desculpem, mas é menos que o preço de um café. Acho muito pouco provável haver alguém que esteja nessa realidade. Embora não o descarte. E mais uma vez peço desculpa, se alguém está nessa situação. Se formos pensar assim e beneficiar alguém nunca chegaremos lá, além de ser injusto para os que com reformas idênticas fazem o esforço para pagar as quotas.

Miguel, Sininho, Fábio, Neo e outros que fazem parte oficialmente da UDF porque não se manifestam? Vamos dinamizar o debate. Ideias, opiniões, reclamações....precisam-se.

Amigo
Eu não estou contra ao se reunir com as diversas isntituições e empresas e tudo mais.
O que acho é que tudo jutno nem trás vantagens porque estamos a falar de muita gente e tinhas de começar com um espaço tipo anfiteatro para conseguires meter todos e acabava por ser tempo desperdiçado no meio de tanta gente
Agora fazerem tantas quantas as necessárias e em campos próximos fisica e contextualmente é perfeitamente viável e desejável.
!!! Façam o favor de serem felizes !!!
 

Online Sininho

Re: Sugestões para plano de actividades
« Responder #14 em: 25/09/2011, 15:32 »
Citar
...Sininho.... e outros que fazem parte oficialmente da UDF porque não se manifestam? Vamos dinamizar o debate. Ideias, opiniões, reclamações....precisam-se.

Amigo Eduardo, há já muitas ideias, outras espero ver ser lançadas, mas existem ainda muitas incógnitas... falta neste momento saber com que recursos humanos e materiais vamos poder contar para que depois esta "tempestade de ideias" se estruture num plano com objectivos razoáveis e que sabemos atingíveis com os meios que iremos dispor.

Assim sendo, existem vários tipos de acções que podemos realizar, dependendo na sua grandeza, da estutura associativa e parceiros externos que conseguirmos envolver, daí eu ter dito neste post inicial que nenhuma ideia é absurda ou descartável... importante era que todos se envolvessem, deficientes, famílias e amigos... todos somos parte do problema e da solução, não devemos colocar apenas nas mãos dos outros a saída dos nossos problemas, cada um tem um papel que civicamente se deve empenhar em concretizar...

Ora bem, desde logo existem pequenas acções que podemos realizar com poucos meios e além de algumas que aqui já foram enunciadas identifico mais estas:

- Acções ao nível das acessibilidades (sócios de diferentes localidades, com deficiências diversas identificam os grandes entraves à sua mobilidade, envolvendo aqui autarquias, juntas de freguesia e empresas locais na procura de soluções)

- Acções ao nível do apoio na procura de emprego, factor + da inclusão do cidadão deficiente na sociedade onde vive, apoiando o sócio na compilação da sua formação num CV que se torne uma mais valia no acesso a uma oferta de emprego, esclarecendo junto da futura entidade empregadora dos benefícios da integração na sua equipa de um deficiente, identificando caso necessário as adaptações e ajudas técnicas disponiveis e os diversos apoios ao dispor)

- Campanhas de solidariedade (sermos os promotores de uma campanha de solidariedade com intuito de se alcançar uma ajuda preciosa e há muito esperada para quem dela careça)

- Criar um banco de de serviços, onde solidariamente cada associado coloca à disposição dos outros o seu trabalho (informática, burocracias, irs, carpintaria, pintura, juridicos...) para que  possamos até conseguir equipas de trabalho... o pessoal junta-se e vamos ao trabalho! Um por todos e todos por um!   

E venha o seguinte...  :good:
Queira o bem, plante o bem e o resto vem...
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo